jan 27

27 janeiro 2021

Pernambuco se une a movimento nacional por Ação Climática

 

 

Aliança pela Ação Climática – ACA Brasil será lançada nesta quinta-feira, 28, e terá transmissão ao vivo pelas redes sociais

O Governo de Pernambuco vai integrar um movimento nacional para alavancar o debate e o enfrentamento à crise climática no Brasil. Espelhada em iniciativas existentes nos Estados Unidos, Japão e outros países, a Aliança pela Ação Climática – ACA Brasil será lançada nesta quinta-feira (28/01), às 14h. O movimento é coordenado pelas instituições WWF Brasil, ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, Instituto Clima e Sociedade, CDP Latin America, além do Centro Brasil no Clima. O evento terá as participações do governador Paulo Câmara; de Gonzalo Muñoz, High Level Champion da COP25 e de Suzana Khan, vice-diretora do Instituto Alberto Luiz Coimbra – Coppe, da UFRJ, com mediação de Daniela Lerário, da equipe dos Climate Champions da COP26.

O chefe do executivo estadual participará do evento, por meio de mensagem de vídeo, como signatário do movimento, tendo assinado a carta de compromissos que formaliza a adesão à iniciativa. A ACA Brasil tem o objetivo de mobilizar lideranças empresariais, investidores, acadêmicos, imprensa, entidades religiosas, organizações da sociedade civil, a juventude e representantes de governos subnacionais buscando a redução concreta de emissões e um aumento da resiliência dos territórios.

A ideia de se formar uma aliança nacional para conter as emissões surgiu de um grupo de instituições – WWF, ICLEI, ICS, CDP e CBC – que, em contato com alianças de outros países, identificaram a importância de se estabelecer uma ação semelhante aqui. Pernambuco, além de ser signatário, tem um papel de protagonismo na composição da ACA Brasil, pois ocupa uma cadeira no conselho consultivo do movimento, através da Câmara Técnica do Clima da Abema (Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente). O estado é coordenador da CT do Clima da Abema, entidade que foi convidada a integrar a estrutura da ACA pelo reconhecido trabalho na área climática e por agregar os governos subnacionais, um segmento considerado estratégico.

José Bertotti, secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas-PE), ressalta que o Governo de Pernambuco acredita no papel extremamente relevante dos governos subnacionais para promover a transformação necessária no enfrentamento à mudança do clima. “É preciso um esforço conjunto de diferentes setores da sociedade e de todas as esferas do poder público para fazer avançar a implementação dos compromissos climáticos, pontuados no Acordo de Paris. É por meio desse compromisso amplo e articulado que poderemos ter medidas efetivas de curto, médio e longo prazos para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e, assim, construir um futuro sustentável”, ressaltou.

Ainda de acordo com o gestor da pasta ambiental, Pernambuco tem como ponto de partida ações que incluem a conservação das áreas protegidas e a atuação junto aos segmentos com maiores emissões, identificados no inventário estadual. “Trabalhamos continuamente para diminuir o impacto das emissões de CO2. Estamos elaborando metas para os setores produtivos reduzirem suas emissões, com base no 1º Inventário de GEE do Estado. Também temos empreendido ações para monitoramento da linha da nossa linha de costa, que vem sofrendo com o aumento do nível do mar, além de estudos e projetos para conhecer melhor e enfrentar a vulnerabilidade do semiárido, um ambiente fortemente afetado pelo aumento de temperatura na terra”, argumentou Bertotti.

Assim como Pernambuco, são signatários da ACA outros governos subnacionais, investidores, acadêmicos, empresários e jovens. Em todo o mundo, já estão em ação outras importantes alianças em defesa do clima, tais como: Alianza para la Acción Climática Argentina (ACAA), que reúne 20 governos locais e provinciais; Japan Climate Initiative (JCI), com 478 signatários; Alianza para la Acción Climática de México (ACA-MX), com mais de 130 entidades; Alliances for Climate Action South Africa (ACA SA), com participação de 25 governos locais; We Are Still In (WASI) e Viet Nam Coalition for Climate Action (VCCA), com mais de 3.900 signatários.

Serviço

Lançamento da Aliança pela Ação Climática – ACA Brasil

Quando: 28 de janeiro, às 14h.

Onde: Transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da ACA Brasil

(https://www.youtube.com/channel/UCubp5-5emrb8rKNj_zoB8iw/featured)

 

Gerência de Comunicação da Semas-PE


Publicidade



Compartilhe:

Postado em Notícias | Por

jan 27

27 janeiro 2021

‘O que limita esses meninos é a própria sociedade’, diz assistente social de ONG

 

Foto: Reprodução/Facebook

Restaurar ou criar vínculos. É com esse lema que há duas décadas existe O Pequeno Nazareno. O instituto atua nas cidades do Recife, Fortaleza e Manaus acolhendo e dando apoio a crianças e adolescentes em situação de rua.  O lugar conta com ajuda de doações, investimento privado e edital para arrecadar recursos.
Com sede em Itamaracá, o espaço de acolhimento do instituto tem capacidade para cuidar de 20 meninos com idade entre 7 e 15 anos. Atualmente, 12 garotos estão morando no local, com acompanhamento da família no processo. Isso porque, além da integração com os jovens, o Pequeno Nazareno também acompanha os familiares para auxiliar a restaurar vínculos.
A assistente social Janusy Alencar, que trabalha há dezessete anos no Pequeno Nazareno, começou a participar das atividades quando ainda era estagiária. Ela relembra emocionada a trajetória até agora.
“Os meninos e as famílias nos permitem ajudá-los nesse processo de rompimento com a miséria absoluta. Um dos nossos jovens acolhidos foi adotado e hoje é militar. O que limita esses meninos é a própria sociedade”, conta Janusy.

Foto: Reprodução/Facebook

Apesar de vez ou outra ter pendências financeiras, o espaço é uma grande rede de apoio emocional aos jovens. O lugar conta com uma equipe de assistente sociais, educadores, psicólogos e vários profissionais comprometidos, o instituto possui quatro principais eixos de atuação:
  • Aproximação na rua: eles estabelecem uma conexão com as crianças e adolescentes por meio de ações, atividades e brincadeiras;
  • Mobilização social: O Pequeno Nazareno atua também na construção de políticas públicas em prol das pessoas em situação de rua;
  • Inserção Profissional: o instituto tem permissão para profissionalizar os jovens por meio do programa jovem aprendiz;
  • Acolhimento: os meninos têm a possibilidade de escolher o acolhimento pelo espaço do instituto, podendo ao final decidir se volta para a família ou escolhe a adoção.
Para o educador Severino Santos, que faz parte da equipe, o instituto realiza um trabalho que transforma não só a vida dos acolhidos, como também a sociedade: “Hoje eu recebo em minha casa jovens que passaram pelo Pequeno Nazareno e voltaram para agradecer o instituto. São crianças que são invisíveis na sociedade, ninguém enxerga”, afirma Severino.
Como doar
O Pequeno Nazareno disponibiliza meios para quem quiser doar para o instituto, além de mais informações no site:
Doação no local:
Razão Social: Associação Beneficente O Pequeno Nazareno
CNPJ: 00.371.537/0002-49
Endereço: Escritório: Rua da Aurora, 325, apto 915. Boa Vista – Recife/PE CEP:50.050-000
Casa de Acolhida: Engenho Amparo, S/N, Vila Velha – Ilha de Itamaracá/PE CEP: 53.900-000
Dados bancários:
Banco do Brasil
Agência: 0697-1
Conta Corrente: 46.592-5
Caixa econômica federal
Agência: 45
Conta Corrente PJ: 4017-7
Código: 003
Chave pix: (81) 9.9719-7112
Compartilhe:

Postado em RECIFE | Por

jan 27

27 janeiro 2021

Com agendamento eletrônico, Olinda inicia vacinação em idosos a partir de 85 anos nesta quarta

 

Foto: AFP

Foto: AFP

 

A Secretaria de Saúde de Olinda inicia, nesta quarta-feira (27), o processo de vacinação contra a Covid-19, em idosos a partir de 85 anos. A campanha integrada busca atender, nesta primeira fase, a 3.840 mil cidadãos do município, que deverão realizar o agendamento eletrônico da imunização através do endereço olinda.pe.gov.br, para evitar aglomerações. O primeiro dia, de acordo com o município, será destinado para atender os pacientes acamados, incluindo aqueles já cadastrados na Rede Municipal de Saúde. A partir da quinta-feira (28), a Cidade Alta também passará a contar com pontos de distribuição da vacina.

A área interna do Shopping Patteo, em Casa Caiada, será disponibilizado como ponto de vacinação, além do serviço de drive-thru que será montado pelo município. De acordo com a secretária executiva de Saúde de Olinda, Renata Cabral, o objetivo principal é a imunização do maior número de idosos na cidade. “Estamos a postos para garantir a vacinação. Aqueles cidadãos com dificuldade de locomoção receberão a visita das nossas equipes, cumprindo todos os protocolos de saúde necessários”, explicou.

Na primeira remessa, Olinda recebeu cerca de seis mil doses da CoronaVac, imunizante produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, sendo destinadas aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente, além das Instituições de Longa Permanência (ILP). Na etapa atual, mais 3.840 mil doses aportaram na cidade, oriundos da Universidade de Oxford, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca.

Por: Diario de Pernambuco

Compartilhe:

Postado em RECIFE | Por

jan 27

27 janeiro 2021

No Nordeste : Curso gratuito de Tecnologia Assistiva de graça

Curso gratuito de Tecnologia Assistiva para pessoas com deficiência visual de graça

O curso visa informar e simplificar o uso das tecnologias na vida da pessoa com deficiência, inicia nesta terça (26) e será totalmente de graça. As aulas são oferecidas pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O curso tem o objetivo de apoiar a inclusão digital e tecnológica dos deficientes visuais por meio dos principais recursos assistivos disponíveis.

A terceira turma do curso EAD (Educação à Distância) de Tecnologia Assistiva para pessoas com deficiência visual. As aulas são oferecidas pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Gratuito e acessível, o curso tem o objetivo de apoiar a inclusão digital e tecnológica dos deficientes visuais por meio dos principais recursos assistivos disponíveis.Com oito horas de duração, o conteúdo programático aborda os métodos assistivos em computadores, smartphones e tablets, assim como em sistemas operacionais Android e IOS.

Pensando nisso, na inclusão social,  a Planeta Acessível (maior empresa fabricante de produtos de acessibilidade do Brasil) investe fortemente nesse tipo de tecnologia, porque acredita na independência, autonomia e qualidade de vida de todas as pessoas. Foram eles que criaram e inovaram o MOBlife, uma linha de elevadores de piso fixo que faz a transferência do solo para a piscina, totalmente à base de energia solar, dispensando o uso de cabos e fiações externas.

O equipamento, que oferece mais autonomia para o usuário entrar e sair da água com botão acoplado na própria cadeira e na base, já é tendência em parques aquáticos, clínicas de fisioterapia, centros de reabilitação, hotéis, pousadas, spas e casas no mundo todo. Ele é fácil de instalar em qualquer tipo de piscina, possui alta resistência, é anticorrosivo e segue todas as normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). “2% da renda arrecadada das vendas do elevador será destinada a projetos inclusivos”, comenta Marcelo Costa, o CEO da Planeta Acessível.

Facebook: https://www.facebook.com/planetaacessivel

Instagram: https://www.instagram.com/planetaacessivel/

Twitter: https://twitter.com/planetaacessiv1

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCII9pRx5u2DNIr5iH8aJW2A

Blog com notícias: https://planeta-acessivel.webnode.com

Sobre a Planeta Acessível: Localizada em Piracaia, a 80 km de são Paulo, é a maior indústria fabricante de produtos para acessibilidade do Brasil. Entre os produtos mais fabricados para construção civil, órgão públicos e residências estão a barra de apoio, piso tátil, placas de sinalização em braile e agora começam a produzir o elevador de piscina. Apoiam eventos e grandes feiras como Equipotel e Feicon, além de abraçar causas de inclusivas de responsabilidade social. A fábrica possui 70 funcionários prevê uma receita anual de R$ 22 milhões a partir de 2021.

 

Colaboração- Claudia Cristina

INFORME PUBLICITÁRIO

Compartilhe:

Postado em Artigo | Por

jan 27

27 janeiro 2021

Paulo Câmara recebe deputado Baleia Rossi

Foto: Heudes Regis Ass: O Governador Paulo Câmara recebe o Deputado Baleia rossi, Jandira Feghali e Alessandro Molon

 

Encontro aconteceu no Palácio do Campo das Princesas e contou com a presença de parte da bancada federal pernambucana. 

Baleia disputa a presidência da Câmara Federal

O governador Paulo Câmara recebeu, na tarde desta terça-feira (26.01), no Palácio do Campo das Princesas, o deputado federal paulista Baleia Rossi (MDB), candidato à presidência da Câmara dos Deputados pelo bloco partidário do qual o PSB faz parte. Baleia esteve acompanhado do líder do PSB na Câmara, deputado Alessandro Molon (RJ). Durante a visita, o chefe do Executivo estadual voltou a defender o diálogo e a autonomia dos Três Poderes.

Foto: Heudes Regis Ass: O Governador Paulo Câmara recebe o Deputado Baleia rossi, Jandira Feghali e Alessandro Molon

 

“Recebemos o deputado Baleia Rossi que, na sua jornada pela presidência da Câmara Federal, veio reforçar o diálogo sobre seus projetos para a Casa. Juntamente com a bancada federal pernambucana, e dentro do espírito democrático, ouvimos o que está sendo proposto por ele e reiteramos a importância de uma convivência respeitosa e autônoma entre os Poderes para consolidarmos o nosso projeto de país. Ao mesmo tempo, reafirmamos que iremos respeitar a decisão das nossas bancadas e lideranças, e que eles possam escolher o nome que represente melhor os anseios de nosso povo”, disse Paulo Câmara.

Também participaram do encontro os deputados federais Enrico Misasi (PV-SP) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e os pernambucanos Carlos Veras (PT), Luciano Bivar (PSL), Milton Coelho (PSB), Raul Henry (MDB), Renildo Calheiros (PCdoB), Tadeu Alencar (PSB) e Wolney Queiroz (PDT).

ASCOM

Compartilhe:

Postado em Notícias | Por