maio 6

6 maio 2021

Procon Recife divulga pesquisa de preços de presentes para o Dia das Mães

 

 

Levantamento foi realizado, entre os dias 13 a 20 de abril, em 23 estabelecimentos no Recife, sendo 15 lojas físicas e oito virtuais

Na semana que antecede o Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (9), o Procon Recife divulgou uma pesquisa de preços de produtos voltados para a data comemorativa. Os pesquisadores da Unidade de Educação do órgão visitaram, entre os dias 13 e 20 de abril, um total de 23 estabelecimentos no Recife, sendo 15 lojas físicas e oito virtuais, com o objetivo de promover a melhor referência de preços ao consumidor.

Foram pesquisados eletroeletrônicos (uso doméstico e pessoal), perfumaria e floricultura, com um total de 170 itens, entre os quais, celular e tablet (sem vínculo com operadoras de telefonia móvel), secador de cabelo, escova secadora,  cafeteira expresso, fritadeira, perfume de diversas marcas, flores de alguns tipos e arranjos.

As variações constatadas na pesquisa referem-se aos dias em que foi realizada a pesquisa, e por essa razão é importante que o consumidor esteja atento às possíveis mudanças nos preços dos produtos listados, inclusive por ocasião de descontos e promoções.

Na pesquisa de preços dos eletroeletrônicos (uso doméstico e pessoal), o Procon Recife encontrou uma considerável variação. Na pesquisa de preços referente à categoria prancha de cabelo, foi encontrado o maior percentual da pesquisa, 401,23%, no modelo Prancha Cerâmica EB06, da marca Multilaser, custando R$ 199,99 em um estabelecimento, e R$ 39,90 em outro.

Na categoria celular a maior diferença percentual encontrada foi de 92,34% no modelo Smartphone Samsung Galaxy S10 – 128GB – Azul, que custava R$ 4.999,00 em um estabelecimento, e em outro custava R$ 2.599,00.

Na categoria tablet, a maior diferença percentual encontrada foi de 50,17%, no modelo Tablet Positivo Twist – Android – Cinza – 32GB, que custava R$ 449,00 em um estabelecimento, e em outro R$ 299,00.

Na categoria secadores de cabelo, o maior percentual foi de 47,73%, no modelo Secador Taiff Easy Motor 1700 W- preto, no valor de R$ 212,72, enquanto em outra loja o mesmo produto custava R$ 143,99.

Na categoria escova secadora, o maior percentual é de 70,68%, no modelo Escova secadora Mondial 1200W cerâmica – Golden Rose, que custava R$ 289,99 em um estabelecimento, enquanto em outro custava R$ 169,90.

Na categoria Fritadeira/Airfryer, o maior percentual encontrado é de 52,51%, no modelo Fritadeira sem Óleo Air Fryer Mondial Inox Red Premium, que custava R$ 609,90 em um estabelecimento, enquanto em outro custava R$ 399,90.

Na categoria Cafeteira Expresso, o maior percentual é de 44,21%, no modelo Máquina de Café Nespresso Essenza Vermelha Mini, 19 bar expresso, que custava R$ 599,00 em um estabelecimento, enquanto em outro custava R$ 415,99.

Já no levantamento de preços referentes à perfumaria, o maior percentual encontrado foi de 126,14% no perfume Calvin Klein Women Feminino 100ml, que custava R$ 449,90 em uma loja, enquanto em outra custava R$ 198,85.

Também foram pesquisados preços em floriculturas e nessa categoria o maior percentual encontrado foi de 242,86%, no buquê com 12 rosas nacionais, que custava R$ 120,00 em um estabelecimento, enquanto no outro custava R$ 35,00.

DICAS, ORIENTAÇÕES E DIREITOS E DEVERES NA HORA DA COMPRA

O presente ideal é aquele que cabe no seu orçamento pessoal e familiar. Faça um planejamento de quanto pode ser gasto, e só então comece a pesquisa de preços daquele produto desejado em pelo menos três estabelecimentos.

Seja no site ou na loja física, não confie de imediato no preço dos produtos promocionais. Consulte a pesquisa do Procon Recife para verificar em outros estabelecimentos o preço real daquele produto que está a procura.

Evite o parcelamento a longo prazo. A parcela que hoje você pode pagar, pode não caber no futuro. Imprevistos podem acontecer e levar o consumidor ao endividamento

É importante sempre estar atento ao “parcelamento sem juros”.

É importante buscar informações sobre o fabricante do produto que será comprado. Questões como a qualidade do serviço de atendimento ao cliente, a rede de assistência técnica autorizada, a existência de reclamações registradas nos órgãos de proteção ao consumidor (se são atendidas ou não) devem ser consideradas na hora da escolha.

Na compra de qualquer produto, a nota ou cupom fiscal deve ser entregue ao consumidor. Produtos como eletroeletrônicos, eletrodomésticos, itens de tecnologia, tablets, smartphones, entre outros, contam com manual de instrução e termo de garantia, os quais devem ser entregues em língua portuguesa.

Caso o produto apresente algum problema de fabricação, os prazos para reclamar junto ao fornecedor são 30 dias no caso de produtos não duráveis (como, alimentos, flores etc.) e 90 dias no caso de produtos duráveis (eletrodomésticos, roupas, carros, entre outros).

Sobre a regra de troca (roupa, calçados, etc) muito comum em datas comemorativas, o consumidor precisa saber que o lojista não é obrigado a efetuar a troca por motivo de gosto (tamanho, cor, etc). Caso haja essa opção, o lojista deverá fornecer por escrito esta “garantia”, que deve conter a data limite para realizar a troca. Agindo desta forma, o lojista será obrigado a cumprir o que foi acordado com o consumidor.

Sobre o produto que não funciona (regra geral), o lojista também não é obrigado a efetuar a troca caso o produto não esteja funcionando, ainda que o consumidor tenha acabado de comprar o item. Neste caso, ainda dentro do prazo de garantia, o produto deve ser encaminhado à assistência técnica que terá um prazo de até 30 dias para solucionar o problema. Caso esse prazo não seja cumprido, o consumidor poderá escolher entre a devolução do valor pago ou a troca do produto. Por isso, é muito importante, sempre que possível, pedir para que seja feito o teste do produto ainda dentro da loja. Caso não seja possível, a orientação é procurar  pactuar um prazo para a verificação do estado de funcionamento, para possível troca, mas é importante lembrar que a troca nesses casos é uma decisão do fornecedor.

A pesquisa está disponível no site procon.recife.pe.gov.br

 

Mabel Maria

Gerente de Relações com a Imprensa

Compartilhe:

Postado em RECIFE | Por

maio 6

6 maio 2021

INSS: Lista de profissões que dão direito a aposentadoria especial

 

Designed by @freepik / freepik

Quando falamos em aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), precisamos lembrar que algumas pessoas possuem tratamento diferenciado. O fato ocorre porque, muita das vezes, o trabalho desempenhado pela pessoa traz particularidades que refletem no direito previdenciário.

Dentre os trabalhos, temos as pessoas que exercem atividade insalubre que acabam garantindo direito à Aposentadoria Especial caso comprovem atividade especial (insalubre ou periculosa) por 15, 20 ou 25 anos.

Logo, algumas profissões podem comprovar a insalubridade de maneira bem mais fácil, dando assim direito a Aposentadoria Especial do INSS. Isso acontece porque até 28/04/1995 existia uma lista de profissões consideradas insalubres pelo INSS.

Se você exercia alguma das profissões desta lista até 1995, basta comprovar o exercício da profissão e o período será considerado para sua Aposentadoria Especial, bem fácil mesmo.

Desta forma, a aposentadoria especial é paga aquele trabalhador que permaneceu exposto a essas situações de risco durante 15, 20 ou 25 anos.

Aposentadoria especial e a reforma da previdência

Em 13 de novembro de 2019, praticamente todos os direitos previdenciários passaram por mudanças em decorrência da reforma da previdência, que acabou alterando a exigência de uma idade mínima bem como tempo mínimo de contribuição para ter direito a aposentadoria especial.

Confira como são as regras agora:

  • Idade mínima de 60 anos para o segurado especial de risco baixo,
  • Idade mínima de 58 anos para o de risco médio,
  • Idade mínima de 55 anos para o de risco alto.

Além disso, existem três categorias de atividades conforme o grau de periculosidade, que exigem um tempo de contribuição mínimo específico, que, neste caso, não foi alterado pela reforma da Previdência.

No entanto, também existem três categorias de atividades conforme o grau de periculosidade que existem um tempo mínimo de contribuição específico, que mesmo com a reforma da previdência, não sofreu alteração, veja:

  • Atividade de risco baixo: 25 anos de contribuição;
  • Atividade de risco médio: 20 anos de contribuição;
  • Atividade de risco alto: 15 anos de contribuição.

Por fim, com a reforma a exigência relacionada a idade também difere para aqueles que já estavam inscritos no INSS antes da reforma e para os novos trabalhadores que entraram no sistema após a mudança.

25 anos de atividade especial

  • Aeroviário;
  • Aeroviário de Serviço de Pista;
  • Auxiliar de Enfermeiro;
  • Auxiliar de Tinturaria;
  • Auxiliares ou Serviços Gerais que trabalham condições insalubres;
  • Bombeiro;
  • Cirurgião;
  • Cortador Gráfico;
  • Dentista;
  • Eletricista (acima 250 volts);
  • Enfermeiro;
  • Engenheiros químicos, metalúrgicos e de minas;
  • Escafandrista;
  • Estivador;
  • Foguista;
  • Químicos industriais, toxicologistas;
  • Gráfico;
  • Jornalista;
  • Maquinista de Trem;
  • Médico;
  • Mergulhador;
  • Metalúrgico;
  • Mineiros de superfície;
  • Motorista de ônibus;
  • Motorista de Caminhão (acima de 4000 toneladas);
  • Técnico em laboratórios de análise e laboratórios químicos;
  • Técnico de radioatividade;
  • Trabalhadores em extração de petróleo;
  • Transporte ferroviário;
  • Transporte urbano e rodoviários;
  • Tratorista (Grande Porte);
  • Operador de Caldeira;
  • Operador de Raios-X;
  • Operador de Câmara Frigorifica;
  • Pescadores;
  • Perfurador;
  • Pintor de Pistola;
  • Professor;
  • Recepcionista (Telefonista);
  • Soldador;
  • Supervisores e Fiscais de áreas;
  • Tintureiro;
  • Torneiro Mecânico;
  • Trabalhador de Construção Civil (Grandes Obras, Apto acima de 8 andares);
  • Vigia Armado, (Guardas);

20 anos de atividade especial

Lista de profissões que dão direito à Aposentadoria Especial com 20 anos de atividade especial:

  • Extrator de Fósforo Branco;
  • Extrator de Mercúrio;
  • Fabricante de Tinta;
  • Fundidor de Chumbo;
  • Laminador de Chumbo;
  • Moldador de Chumbo;
  • Trabalhador em Túnel ou Galeria Alagada;
  • Trabalhadores permanentes em locais de subsolo, afastados das frentes de trabalho;
  • Carregador de Explosivos;
  • Encarregado de Fogo.

15 anos de atividade especial

Lista de profissões que dão direito à Aposentadoria Especial com 15 anos de atividade especial:

  • Britador;
  • Carregador de Rochas;
  • Cavoqueiro;
  • Choqueiro;
  • Mineiros no subsolo;
  • Operador de britadeira de rocha subterrânea;
  • Perfurador de Rochas em Cavernas;

A lista completa você encontra nos Decretos 53.831/64 e 83.080/79.

Comprovação

Como comprovar até 1995

  • A atividade insalubre realizada antes de 28 de abril de 1995 é presumida pela profissão;
  • Basta, portanto, a anotação original na carteira profissional para comprovar o direito.

Como comprovar após abril de 1995

  • A atividade insalubre realizada após 28 de abril de 1995 precisa ser comprovada;
  • Essa comprovação é feita por meio de formulários fornecidos pelos empregadores.
  • O formulário utilizado hoje em dia é o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário)

Aposentadoria especial antes da reforma

Antes da reforma entrar em vigor o segurado podia se aposentar sem idade mínima, bastando completar o período de atividade conforme o grau de risco, sendo 15 anos para alto risco, 20 anos para risco moderado e 25 anos para baixo risco.

Além disso, o benefício antes da reforma era integral, ou seja, era igual à média dos salários sobre os quais o trabalhador contribuiu ao INSS após julho de 1999. A regra antiga ainda permitia o cálculo vantajoso para a média salarial, pois 20% dos recolhimentos de menor valor não entravam na conta.

 

Fonte: Jornal Contábil

Compartilhe:

Postado em Notícias | Por

maio 5

5 maio 2021

Rotas turísticas do Recife são sinalizadas com placas criativas

 

Escola de Samba Gigante do Samba recebe placa criativa de sinalização turística – Foto: Dondinho/Secretaria de Turismo e Lazer

Sedes de agremiações carnavalescas localizadas no Recife foram sinalizadas com placas criativas. A ação, da Secretaria de Turismo e Lazer da cidade, visa a referenciar pontos da cultura recifense.

Receberam as placas as sedes das Troças Abanadores do Arruda, Tô Chegando Agora, Reisado Imperial, Escola de Samba Gigante do Samba, Sítio de Pai Adão, Bacnaré, Tribo Carijós e Bomba Cultural, nos bairros da Bomba do Hemetério, Água Fria e Mangabeira, além do projeto Cores do Amanhã, no Totó.

As placas foram confeccionadas em conjunto com representantes das agremiações, que receberam uma formação em cerâmica no ano passado. Técnicas de modelagem em cerâmica e trabalho em mosaico foram ministradas pelo artista Leopoldo Nóbrega, que assinou nos últimos dois anos a escultura da alegoria gigante do Galo da Madrugada

De acordo com a secretária de Turismo e Lazer do Recife, Cacau de Paula, a sinalização gera maior atração pelos locais. “Essas são entregas essenciais porque organizam e embelezam a fachada de importantes atrativos da nossa cidade, os colocando ainda nas nossas rotas e roteiros de turismo criativo. Sabemos que vivemos um momento desafiador e não podemos celebrar como gostaríamos, devido aos protocolos sanitários. No entanto essas novas sinalizações renovam as esperanças de que, em breve, todos estarão realizando suas manifestações culturais tão importantes”, destacou.

 

Fonte: Folha de Pernambuco

Compartilhe:

Postado em RECIFE | Por

maio 5

5 maio 2021

Apac emite alerta de chuva de moderada a forte na RMR

 

Céu nublado – Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu, na madrugada desta quarta-feira (4), um aviso hidrometeorológico alertando para a possibilidade de chuvas de moderada a forte nos municípios da Região Metropolitana do Recife.

Segundo a agência, o alerta é válido até as 17h desta quarta-feira.

Entre o fim da noite e primeiras horas da madrugada, as cidades de Olinda e do Recife, Igarassu e Cabo de Santo Agostinho registraram mais de 50 milímetros de chuvas, o que colocou a Apac em estado de observação.

Com o alto índice de precipitação, houve a indicação de continuidade das chuvas ao longo desta quarta-feira.

A região do bairro de Santo Amaro, na área central do Recife, registrou o maior índice de chuvas. Nas 24 horas contadas até 8h20 desta quarta, foram registrados 96,08 mm.

Em seguida, estão a estação de medição do Porto do Recife, com 88 mm; o bairro do Bonsucesso, em Olinda, com 86,46 mm; o Torreão, na Zona Oeste do Recife, com 81,71 mm; e a Campina do Barreto, na Zona Norte do Recife, com 72,42 mm.

Em Charneca, no Cabo de Santo Agostinho, choveu 72,42 mm no período. Já em Cruz de Rebouças, em Igarassu, o índice foi de 71,73 mm.

Em caso de emergências, a população deve seguir as orientações da Defesa Civil.

 

Fonte: Folha de Pernambuco

Compartilhe:

Postado em RECIFE | Por

maio 5

5 maio 2021

UFPE, UFRPE e IFPE realizam ato contra cortes no orçamento deste ano

 

 

Foto: Divulgação/UFPE

 

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) realizam ato público, nesta quarta-feira (5), contra o corte orçamentário de R$ 1 bilhão que atinge todas as instituições federais de ensino técnico e superior brasileiras. A Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021 foi sancionada, com vetos, pelo presidente da República no último dia 22 de abril. A manifestação será transmitida ao vivo pelo canal da UFPE no YouTube, a partir das 15h. Participam os reitores Alfredo Gomes (UFPE), Marcelo Carneiro Leão (UFRPE) e José Carlos de Sá (IFPE), que vão falar do impacto dos cortes em cada instituição de ensino.

A redução no orçamento discricionário das instituições de ensino técnico e superior federais para 2021 representa aproximadamente 19% na comparação com o ano passado. Na UFPE, o corte é da ordem de R$ 30 milhões. Assim, o orçamento da Universidade cai de R$ 160 milhões, em 2020, para R$ 130 milhões, em 2021 – uma redução de 18,96%. Além desses recursos, a UFPE teve R$ 4 milhões vetados no momento da sanção da LOA.

Para o reitor da UFPE, Alfredo Gomes, “é fundamental o investimento público em educação, ciência e tecnologia para a soberania nacional, pela relação direta com a melhoria da qualidade de vida das pessoas e das condições sociais de existência. As ações da educação superior, através do ensino, pesquisa, extensão e assistência à saúde, impactam no desenvolvimento regional e nacional, no cenário de oportunidades, inclusive para as cidades do interior. A democratização da educação superior, inclusiva, gratuita e de qualidade ainda está em curso, muito temos a conquistar na perspectiva do direito e das políticas públicas. É preciso recompor o orçamento das universidades. Neste grave momento que atravessamos frente à pandemia, a universidade pública mantém-se dando respostas cotidianas, comprometida com a ciência, com a sociedade e a proteção da vida”.

“Cabe destacar que, além da redução no orçamento, apenas parte dele está disponível. Dos recursos previstos na LOA 2021, cerca de R$ 56 milhões (43%) estão à disposição da UFPE, este ano, e R$ 74 milhões (57%) são condicionados à aprovação legislativa”, explica o pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças da UFPE, Daniel Lago.

Na prática, a queda no orçamento discricionário afeta diretamente o custeio das despesas relacionadas ao funcionamento da instituição. Esses recursos são utilizados nos contratos terceirizados, fornecimento de energia elétrica e água, compras de materiais (de expediente a insumos para pesquisa), assistência estudantil, bolsas, editais de fomento, contratação de serviços, obras e outros.

O orçamento aprovado para este ano prejudica substancialmente a manutenção da UFPE e, por consequência, os investimentos em ensino, pesquisa, extensão e inovação. “O orçamento previsto é insuficiente para nosso funcionamento e o impacto na assistência estudantil aprofundará ainda mais as vulnerabilidades socioeconômicas, somadas ao contexto de pandemia da Covid-19 que enfrentam os estudantes e suas famílias”, afirma o vice-reitor Moacyr Araújo, que também irá participar do ato.

A LOA 2021 foi aprovada no dia 25 de março pelo Congresso Nacional. O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei, com vetos, no dia 22 de abril. A publicação no Diário Oficial da União (DOU) aconteceu em 23 de abril.

“As instituições federais de ensino são patrimônio estratégico de toda a sociedade. Precisamos reunir as pessoas e construir a unidade em torno desta pauta”, finalizou o reitor.

 

 

Fonte: Diario de Pernambuco

Compartilhe:

Postado em Notícias | Por