Publicidade


Acolhidos na Comunidade Rodolfo Aureliano (Craur) recebem vacina contra Covid-19

21 jan 2021|Postado em:RECIFE

 

Fotos: Danielle Torres/SDSCJ

 

O serviço de acolhimento institucional, coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, atende 52 jovens e adultos com deficiência

Os 52 acolhidos na Comunidade Rodolfo Aureliano (Craur), no Recife, foram vacinados contra Covid-19 nesta quinta-feira (21). A unidade, coordenada pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), atende jovens e adultos com deficiência entre 18 e 59 anos que estão em situação de dependência e encontram-se afastados de suas famílias por terem seus direitos violados ou sido submetidos a situações de violência.

A ação no Craur, que segue o Plano de Vacinação de combate à doença, é realizada pela equipe de Saúde da Prefeitura do Recife, como explica o secretário executivo de Assistência Social, Joelson Rodrigues. “Como estamos lidando com um público com deficiência, todo o processo de vacinação acontece nas unidades sob responsabilidade de uma equipe municipal de saúde”, ressalta o gestor.

 Implantado em maio de 1994 e funcionando no imóvel locado da Associação Bom Pastor desde 1996, a unidade inclusiva é engajada nas ações da comunidade e inclui os acolhidos em atividades escolares, culturais, de lazer e outras. Atualmente, o Craur conta com 108 trabalhadores, que se revezam nos cuidados ao público. Os profissionais também foram vacinados.

A educadora social Maristela de Andrade, 56 anos, foi a primeira funcionária do Craur a receber a dose. Há pouco mais de um ano atuando na unidade de acolhimento inclusivo, ela descreve emocionada os sentimentos que a tomaram ao receber a vacina. “Estou cheia de gratidão e felicidade. Minha mãe recentemente saiu da internação por complicações com a doença e saber que estou colaborando para que ela não volte a se contaminar e ainda protegendo os acolhidos do Craur e outras pessoas me deixa muito aliviada. Passamos por um período muito difícil e essa é a esperança de cura e de dias melhores. Volto a trabalhar com menos preocupação, mas seguindo com o uso da máscara e álcool para garantir ainda mais a proteção”, pontua a profissional.Além do Craur, a Comunidade Emocy Krause (Comek), em Jaboatão dos Guararapes, vai receber as doses da vacina. O serviço também acolhe 52 pessoas com deficiência. “Desde o começo da pandemia, redobramos os esforços e cuidados para que o público dos serviços de acolhimento institucional estivesse protegido. Receber as doses e poder vaciná-los nos alivia e nos dá esperança em dias menos difíceis”, destaca o secretário da SDSCJ, Sileno Guedes.

ASCOM



Publicidade



Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: