Publicidade


Capacitações do Programa Criança Feliz chegam a Paulista, Garanhuns e Carnaíba

19 maio 2022|Postado em:Notícias


Publicidade



 

Capacitações do Programa Criança Feliz chegam a Paulista, Garanhuns e Carnaíba

Divulgação

Ao todo, 107 profissionais estão participando de ciclos formativos para aperfeiçoar atendimentos

Até esta sexta-feira (20), 107 profissionais que atuam no Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social (SUAS)/Programa Criança Feliz em 32 municípios participam de capacitações em três regiões de Pernambuco. As ações são promovidas pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), por meio da Secretaria Executiva de Assistência Social, juntamente com o Centro de Desenvolvimento e Cidadania, instituição executora do programa no Estado.

Em Paulista, no Grande Recife, o ciclo formativo abrange a temática “Guia da Visita Domiciliar (GVD), com 40 horas/aula e atendendo 27 profissionais de Paulista, Olinda e Itamaracá. Em Garanhuns, no Agreste, a mesma temática está sendo trabalhada junto a duas turmas, com participação de 60 pessoas que atuam no Programa Criança Feliz em Garanhuns, Panelas, Ibirajuba, Brejão, Saloá, Venturosa, Jatobá, Lajedo, Manari, Caetés, Palmeirina, São Bento do Una, Salgueiro, Capoeiras e Canhotinho.

Já em Carnaíba, no Sertão, a capacitação foi sobre “Cuidados para o Desenvolvimento da Criança (CDC)”, com 20 participantes dos municípios de Carnaíba, Salgueiro, Calumbi, Triunfo, Quixaba, Solidão, Tabira, Ingazeira, São José do Egito, Brejinho, Itapetim, Custódia, Belo Jardim e Petrolândia. “Essas ações fazem parte dos esforços de expansão do processo formativo do programa, coordenado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Nacional da Primeira Infância, e em Pernambuco pelo Centro de Desenvolvimento e Cidadania e SDSCJ”, explica a coordenadora estadual do programa, Bernadeth Gondim.

 

PROGRAMA – O Programa Primeira Infância no SUAS/Programa Criança Feliz tem como público-alvo gestantes e crianças de até três anos inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e crianças de até seis anos e suas famílias inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC), que estejam no CadÚnico ou afastadas do convívio familiar por aplicação de medida de proteção ou que tenham perdido um de seus responsáveis familiares, independentemente da causa de morte, durante a pandemia da Covid-19. O programa atua com visitas domiciliares periódicas feitas por profissional capacitado.

 

Ascom SDSCJ

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: