Publicidade


Deputada Socorro Pimentel cobra apoio do Governo do Estado à Missa do Vaqueiro

4 ago 2017|Postado em:Notícias


Publicidade



WhatsApp Image 2017-08-02 at 15.24.34

Na Reunião Plenária desta terça-feira (02), em seu primeiro pronunciamento no novo prédio sede do legislativo pernambucano, a deputada Socorro Pimentel ocupou a tribuna em defesa da cultura sertaneja. A parlamentar relatou a falta de compromisso do Governo do Estado com a realização da Missa do Vaqueiro, um dos mais importantes e tradicionais eventos culturais de Pernambuco, que foi realizada nesse último mês de julho, em sua 47ª edição, no município de Serrita, Sertão do estado.

Durante o discurso no plenário da Assembleia Legislativa, Socorro Pimentel destacou a importância do evento para o povo nordestino.

“A Missa do Vaqueiro não se trata de mais um evento festivo. Ela foi instituída como um protesto para dar voz a um povo que viveu exposto a todo tipo de adversidade: a seca, a fome, a violência, as injustiças, usando como mote um crime nunca desvendado: a morte do vaqueiro Raimundo Jacó. Da mesma forma que foi idealizada pelo padre João Câncio; pelo sanfoneiro Luís Gonzaga e pelo poeta João Bandeira, a Missa do Vaqueiro é um grito do Sertão contra as distâncias e em favor da vida, sendo patrimônio imaterial do estado de Pernambuco”, disse.

A deputada ressaltou que a falta de compromisso do Governo do estado com a celebração, afetou diretamente a estrutura montada para realização da festa e também limitou a programação por falta de pagamento.

“No início do ano, estive pessoalmente com Helena Câncio, presidente da Fundação Padre João Câncio, que mantém seu compromisso com a realização do evento, visitando a EMPETUR, onde fomos recebidas pelo vice-presidente Gino Albanez. Estivemos também com o secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelo Canuto, fazendo um apelo para que o governo honrasse a responsabilidade de manter viva a Missa do Vaqueiro. Ainda assim só foi possível confirmar as atrações e o apoio do governo às vésperas da festa. O patrocínio do governo, que seria repassado pela EMPETUR, ficou no valor médio de 500 mil reais para todas as despesas, mas até o momento nenhum real foi pago”, afirmou.

Socorro Pimentel pediu ainda que o governador tenha mais respeito e compromisso coma  história do povo sertanejo. “Passados quase meio século da primeira celebração a Missa do Vaqueiro ganhou corpo, cresceu, capitalizou conceito em todas as regiões de Pernambuco; ultrapassou fronteiras e ganhou forças. Uma verdadeira multidão visitou Serrita entre os dias 20 e 23 de julho. Como pernambucana e sertaneja, me orgulho de participar e apoiar o evento. E, mais uma vez, faço um apelo ao governador Paulo Câmara, valorize a nossa cultura e honre o compromisso de manter viva a história do homem do Sertão”, finalizou.

Assessoria de Comunicação

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: