Publicidade


Detran-PE inicia campanha Maio Amarelo com ação no Bairro do Recife

1 maio 2022|Postado em:RECIFE


Publicidade

 

Detran-PE inicia campanha Maio Amarelo com ação no Bairro do Recife

Detran-PE realiza ação do Maio Amarelo, no Bairro do Recife – Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Ao longo do mês, será realizada uma ação por dia, com o objetivo de educar sobre a segurança no trânsito

O mês de maio começou com ação de conscientização sobre segurança no trânsito no Recife. Neste domingo (1), no Marco Zero da Cidade, o Detran-PE dá início a campanha Maio Amarelo, voltada para a importância da prevenção de incidentes no trânsito a partir da conscientização de condutores e da população em geral. .

Como explica o gerente da Escola Pública de Trânsito do Detran-PE, Ivson Correia, a campanha inclui uma série de atividades programadas para ocorrer ao longo de todo o mês.

“Hoje o Detran dá o pontapé inicial para as ações da campanha do Maio Amarelo aqui em Pernambuco. Estamos aqui com vários serviços: um óculos que simula os efeitos da embriaguez no organismo, simulador de direção e também um óculos de realidade virtual, para que a pessoa tenha a experiência de se envolver em um sinistro de trânsito sem correr o risco de se machucar”, disse.

“Ao longo do mês teremos praticamente uma ação por dia. A gente vai fazer blitz educativa aqui na Região Metropolitana, a gente vai fazer ações em escolas, ações em shoppings”, adiantou. “Todas essas ações têm como único objetivo sensibilizar a população, porque a gente sabe que o fator humano é componente principal para a gente prevenir uma colisão, prevenir um sinistro, um acidente grave, ou uma morte no trânsito”, completou.

O estudante Eduardo Lima, de 47 anos, foi ao Bairro do Recife e aproveitou para participar da ação do Detran. Ele utilizou o simulador de direção e destaca que a ferramenta faz refletir, de fato, sobre a importância da prevenção.

“Como eu tirei a habilitação há muito tempo, eu nunca usei o simulador. Mas a experiência aqui foi muito boa porque simula o pessoal alcoolizado e você tem a noção real do quanto é perigoso”, avaliou. “Eu acho que todo mundo deveria fazer porque você simula algo real e a  conscientização é muito mais forte”, acrescentou.

O coronel do Exército Francisco Maciel foi ao evento acompanhado de familiares e amigos e utilizou um óculos que simula a embriaguez. “Olha, a experiência não é agradável porque de fato a gente perde a segurança. A gente não sabe o que está fazendo, a visão fica atrapalhada e a gente pensa que está fazendo a coisa certa mas vai na direção errada”, disse.

Com a experiência, é possível perceber os perigos que podem ocorrer ao misturar bebida e direção. “Nós somos motociclistas e o motociclista depende muito da sua lucidez. E quando a gente vê uma situação dessa que somente um óculos tira a gente de prumo, e vamos parar em uma direção completamente oposta, então a gente consegue perceber que não somente a gente coloca a nossa vida em risco como também de outras pessoas”, ressaltou o coronel.

A professora Gabriela Granja Porto, da Universidade de Pernambuco, coordena um projeto para conscientizar os motociclistas sobre a importância do uso correto do capacete.

“Nós, como universidade, temos um estudo com cerca de mil pacientes, que estavam internados no Hospital da Restauração e no Hospital Regional do Agreste, e a gente viu que 40% não usava capacete no momento do acidente, 39% afirmou ter ingerido bebida alcoólica no momento do acidente e 30% é reincidente”, explicou.

Como reforça a coordenadora, a utilização correta do item de proteção diminui os danos causados em acidentes de trânsito.

“Inclusive, a morbidade das fraturas de face seriam menores e também o tempo que os pacientes passam internados no hospital seriam reduzidos. Se eles têm uma fratura mais complexa, eles ficam mais tempo internados e ficam mais tempo sem exercer as suas atividades laborais, além de poderem ter os rostos deformados. Então, a gente acredita que essas campanhas de educação visam exatamente a diminuir essa morbidade no trânsito e diminuir, também, os acidentes de trânsito”, frisou.

Na ação deste domingo, que inicia o Maio Amarelo, o Detran-PE conta com a parceria, entre outros, da Operação Lei Seca (OLS), Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego (Abrapsit), Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV), Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) e Polícia Rodoviária Federal.

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: