Publicidade


Jardim Botânico do Recife realiza expedições para coletar espécies ameaçadas de extinção

23 mar 2022|Postado em:RECIFE


Publicidade



Jardim Botânico do Recife realiza expedições para coletar espécies ameaçadas de extinção

Foto: Divulgação/SMAS

Iniciativa visa recuperação ambiental de áreas cujos ecossistemas estejam degradados e contribui para o  reflorestamento e arborização urbana

O Jardim Botânico do Recife (JBR), ligado à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMAS), promove semanalmente expedições de coleta de espécies botânicas. A iniciativa, organizada pelos analistas Jefferson Maciel e Ladivânia Nascimento, visa coletar sementes de todos os tipos, priorizando a busca daquelas ameaçadas de extinção para contribuir com o reflorestamento dos ecossistemas pernambucanos, a conservação ambiental e a arborização urbana. Os locais escolhidos para as expedições fazem parte essencialmente de toda região da Mata Atlântica, mas os passeios também podem acontecer no Sertão de Pernambuco, na Paraíba e em viagens  mais curtas, no litoral Norte e Sul. 

Algumas das espécies recentemente coletadas foram a Apuleia leiocarpa, popularmente conhecida como Garapa e a Cariniana legalis, o jequitibá rosa. A Garapa, atualmente encontrada na lista oficial de espécies ameaçadas de extinção do Ministério do Meio Ambiente, tem um grande valor ornamental devido a sua beleza exuberante e a sua madeira também é extremamente útil para a construção civil. O jequitibá, símbolo dos estados de São Paulo e Espírito Santo, é considerada a maior árvore nativa do Brasil, podendo atingir até 50 metros de altura, com madeira também de grande valor na indústria. 

“Essas coletas são fundamentais para o Jardim Botânico continuar sendo um dos mais importantes do Brasil e é através delas que as coleções se renovam, que o JBR cumpre seu papel sócio-ambiental de proteger espécies ameaçadas, de promover a educação ambiental e de oferecer uma opção diferenciada de lazer e atividades para o população do Recife”, concluiu Ladivânia Nascimento.

Essa rede de sementes e produção de mudas é mais um exemplo do compromisso do Jardim Botânico do Recife com a conservação da biodiversidade e reflorestamento. Além da educação ambiental e produção de conhecimento científico, o equipamento ambiental oferece o melhor do lazer contemplativo para os seus visitantes. O espaço fica aberto das terças aos domingos, das 9h às 15h, com entrada gratuita, e obrigatoriedade da máscara e cartão vacinal atualizado.

 

ASCOM

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: