Publicidade


Leitos de Covid-19 são desmobilizados no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa

11 abr 2022|Postado em:RECIFE


Publicidade



 

Leitos de Covid-19 são desmobilizados no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa

Hospital da Pessoa Idosa – Foto: Andréa Rêgo Barros/ Arquivo – PCR Imagem

Com a desativação nesta segunda-feira (11), o hospital volta ao perfil de assistência original

A partir desta segunda-feira (11), o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, localizado em Areias, zona Oeste do Recife, terá o atendimento voltado para o perfil original de assistência, após a desmobilização dos leitos de UTI e enfermaria voltados para o atendimento de pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19.

De acordo com a Prefeitura do Recife, a decisão foi possível por conta da queda dos indicadores da pandemia da Covid-19, impulsionados pela vacinação no município e a redução na procura por atendimentos relacionados à doença.

Com a desativação, a partir da próxima segunda-feira (11) a unidade de saúde volta ao perfil de assistência de origem, com 72 leitos totalmente dedicados ao internamento não-covid, reforçando à assistência aos idosos recifenses.

Desde janeiro, a unidade atendeu mais de 300 pacientes, encaminhados de todo o Estado. Para isso, contou com uma estrutura de 72 leitos, entre terapia intensiva e enfermaria, e ampliou seu quadro de recursos humanos.

Mesmo durante o período em que os leitos do HECPI foram dedicados exclusivamente para atendimento de pacientes com srag, o ambulatório e o Serviço de Apoio e Diagnóstico da unidade seguiram com suas atividades normais.

O ambulatório tem capacidade para oito mil consultas mensais e oferta desde atendimento com geriatra, cardiologista, pneumologista, psiquiatra até fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional.  O Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico, com capacidade para cerca de 30 mil exames por mês, dentre eles, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, eletroencefalograma, holter, MAPA, ecocardiograma e eletrocardiograma.

 

Fonte: Folha de Pernambuco

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: