Publicidade


Nilton Mota libera acesso à água para 4 mil pessoas das comunidades rurais de Araripina

12 set 2017|Postado em:Notícias


Publicidade

ARARIPINA – O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, foi à Araripina, nesta terça-feira (12), autorizar a construção de seis barragens que vão ampliar a oferta de água nos sítios Jatobá, Bonito, Ventania, Mulungu e Beleza, além da comunidade de Rancharia.
Nilton Mota também liberou a implantação de dois sistemas simplificados de abastecimento de água (SSAA) no Povoado da Sipaúba e Sítio Capim. E a conclusão dos sistemas simplificados de Bonito e Ponta da Serra, além do Distrito de Rancharia.
As obras foram uma solicitação da deputada estadual Roberta Arraes. Juntas, todas as ações vão beneficiar quatro mil pessoas, a partir de um investimento de R$ 1,5 milhão.
A assinatura das Ordens de Serviço, que ocorreu no Sítio Lagoinha, contou com as presenças da deputada Roberta Arraes, do ex-prefeito Alexandre Arraes; dos vereadores Camila Modesto, Francisco Edivaldo, João Dias, Divona, Edsavio, Silvano do Morais e de Dona Biza, presidente da Associação Primavera Sítio dos Patos e Lagoinha.
“O governador Paulo Câmara tem investido no fortalecimento da rede hídrica do nosso estado. O acesso à água por parte dos mais necessitados é uma prioridade deste governo; que tem proporcionado avanços, tanto no bem-estar das famílias em suas residências, quanto na produção e na renda dos produtores rurais” destacou Nilton Mota.
As barragens serão iniciadas de imediato, com conclusão prevista para quatro meses. Esses equipamentos asseguram o uso da água para o consumo humano ou mesmo para a produção de alimentos e criação de animais, possibilitando, inclusive, a geração de excedentes comercializáveis para a ampliação da renda familiar dos produtores rurais.
Foto: Gustavo Fontes/Divulgação
Assessoria de Imprensa
Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: