Publicidade


NOTA DO SINTEPE

23 out 2020|Postado em:RECIFE



A luta em defesa da vida continua! Seguimos denunciando a Secretaria de Educação que tenta impor o retorno precoce e inseguro às atividades presenciais nas escolas públicas estaduais.

É sempre relevante expor os motivos que nos levaram à decisão de não retornarmos aos locais de trabalho. Os encaminhamentos negociados entre o Sintepe e a Secretaria de Educação, na reunião de 08/10, condição para a discussão de um possível retorno, não foram concluídos. Mesmo assim, a Secretaria, a ferro e fogo, impôs a data de 21/10, sem espaço para a continuidade do cronograma de visitas às escolas (foram verificadas 440 das 750 que ofertam Ensino Médio). Além do mais, a definição dos critérios de proteção aos grupos de risco e os procedimentos administrativos para tal situação não foram detalhados. E mais, não houve tempo necessário para o Sindicato analisar os números da covid-19 apresentados pela Secretaria de Saúde. E ainda, a discussão das questões pedagógicas e de relações de trabalho – extremamente necessárias nesses tempos de pandemia – não foi praticamente iniciada.

A Secretaria de Educação, infelizmente, preferiu discutir a situação no campo jurídico. Lamentável! Poderia, sim, ter dado continuidade ao debate, mantendo o diálogo, que por sinal vinha sendo bem construído entre as partes. Porém, a insistência e a pressa acabaram levando à situação de enfrentamento que ora vivemos, eis que a reabertura precoce custará danos à saúde e talvez à vida de muitos.

O Sintepe, na noite de ontem (21/10), foi notificado sobre determinação da Justiça para o encerramento da greve retomada também na data de ontem. Além da determinação do fim do movimento, há imposição de astronômicas multas diárias, além de outras sanções de ordem processual, civil e até criminal pedida pelo Estado contra dirigentes sindicais que estão no exercício legítimo da representação da vontade coletiva, em defesa da saúde e da vida dos/as trabalhadores/as em educação e de toda comunidade escolar.

A Assessoria Jurídica do Sintepe já foi acionada e está analisando o documento, seu cumprimento e as medidas judiciais cabíveis.

Os/As representantes do Sintepe estão, ao longo do dia de hoje, com todos os cuidados, verificando as escolas, apesar da proibição da entrada em muitas delas em flagrante conduta antissindical. Mas, a luta continua!

Toda e qualquer denúncia com relação ao nosso movimento deve ser encaminhada para o whatsapp 81 99820.8585. O Sintepe realizará, amanhã (23), às 9h, importante Assembleia Geral Virtual para as devidas deliberações.

https://www.facebook.com/sintepedigital/photos/a.429603000465126/3458201794271883/

Colaboração
TEMPUS COMUNICAÇÃO
Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: