Publicidade


Colorindo o Recife chega ao Parque da Macaxeira com a arte de Manoel Quitério

9 jun 2017|Postado em:Notícias

 

Fotos:Inaldo Lins

O artista também realizou uma oficina com as pessoas atendidas pelo projeto A Hora da Estrela. Amanhã (9), é a vez do Compaz Cordeiro

            O Parque da Macaxeira terminou o dia de hoje (8) mais colorido. Um grande muro na lateral de 150m², recebeu o grafite do artista de rua, Manoel Quitério e dos alunos do A Hora da Estrela, projeto social que realiza oficinas com moradores em situação de rua e pessoas carentes. Amanhã (9), o artista segue para o Compaz Cordeiro, onde também colocará suas ideias impressas em um dos muros do local, com 60m². A ação faz parte do projeto Colorindo o Recife, iniciativa da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, que incentiva a arte de rua desde 2014.

            “O Colorindo o Recife é um projeto que valoriza o artista e incentiva essa expressão tão presente nas comunidades. No Carnaval deste ano, o grafite foi a estrela da decoração. Agora, damos continuidade a esse projeto de tanto sucesso que já levou a 16 muros da cidade e aos salva-guardas da nossa Orla de Boa Viagem a expressão dos nossos artistas locais. Nesta edição, escolhemos dois lugares de referências para o Recife, que são espaços de convivência e de fortalecimento da cidadania”, afirmou a secretária de Turismo, Esportes e Lazer, Ana Paula Vilaça.

           Wagner Rafael dos Santos, de 19 anos, é morador da Macaxeira e participou da oficina de hoje. Ele tem paixão por desenhar, vibrou em colocar a mão na massa e expressar seus sentimentos no muro do local onde vive. “A gente não tem tantas oportunidades e me agarro em todas que aparecem. Não é todo mundo que valoriza o grafite, mas eu acho uma arte massa. Vou tentar colocar pra frente e aprender ainda mais”, contou.

             A ideia de usar a arte de rua para promover a reconstrução da autoestima das pessoas em vulnerabilidade, começou com Manoel Quitério há 1 ano e meio. Junto ao Instituto de Saúde Social, que possui uma equipe de profissionais de saúde, o artista se propõe a incentivar nos participantes práticas de auto-cuidado para, principalmente, a proteção ao uso abusivo de drogas. “Fizemos 20 encontros como esse e atendemos mais de 120 pessoas. Já conseguimos ver em alguns dos nossos alunos uma mudança efetiva e o abandono completo das drogas por meio da arte. É dar voz a quem não pode falar”, assegurou, Manoel Quitério.

Colorindo o Recife – Criado em 2014, para promover o embelezamento da cidade a partir da criação de verdadeiras galerias de arte urbana a céu aberto, o Colorindo o Recife foi um projeto de valorização do grafite como expressão artística e política pública. Ao todo, 16 muros da cidade foram estampados em parceria com a ONG Cores do Amanhã. A segunda etapa do projeto, realizada em 2015,  em parceria com a Nuvem Produções, realizou a grafitagem dos seis postos de salva-vidas existentes na orla de Boa Viagem. Remanescentes da década de 40, as delgadas estruturas de concreto em estilo Art Decó receberam os traços dos artistas Glauber Arbos, JotaZer0ff, Galo de Souza, Adelson Boris, Bozó Bacamarte e Nando Zevê, tendo o verão como tema.

Serviço:

Compaz Cordeiro

Pintura de Manoel Quitério

Dia: sexta-feira (9)

Hora: das 8h às 17h

Luisa Vidor

Assessora de Imprensa

Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*