Publicidade


Em São Bento do Una, governador Paulo Câmara investe mais de R$ 59 milhões em segurança hídrica

6 jun 2018|Postado em:Notícias

Os recursos serão destinados à construção da Barragem de São Bento do Una, incluindo um Sistema Adutor,  que irá ampliar a oferta de água para mais de 70 mil habitantes da região 
  
SÃO BENTO DO UNA – Com o compromisso de ampliar o acesso à água de qualidade a todos os pernambucanos, principalmente nas regiões com mais escassez, o governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (04.01), a Ordem de Serviço para o início das obras da Barragem de São Bento do Una. O equipamento hídrico contará com um aporte de R$ 59,4 milhões e terá capacidade para acumular 17,77 milhões de m³ de água, em uma extensão de 980 metros do Rio Una.  Ao todo, serão beneficiados 72.700 habitantes de São Bento do Una e Capoeiras. O prazo para a conclusão das obras é de 18 meses. Paulo aproveitou a oportunidade para destacar que a intervenção simboliza a determinação do Governo de Pernambuco com o desenvolvimento social e sustentável da população. 
  
“Vai ser mais um equipamento em favor do nosso povo. Um equipamento que não foi fácil, que está sendo viabilizada também com recursos federais, fundamentais para que a obra seja feita, e o Estado vai fazer toda a parte de supervisão, as desapropriações e a logística. Eu tenho certeza que, junto com a prefeita Débora Almeida, teremos condições de ter êxito nessa obra, que ela possa já ser concluída no prazo adequado. Esperamos que no próximo inverno ela já tenha a sua serventia, já comece a juntar água, porque vai ser fundamental para o futuro. Pois o compromisso não é apenas fazer a barragem, mas, sim, fazer com que a barragem chegue e seja utilizada tanto no abastecimento humano como também nas atividades empresariais do polo da avicultura”, cravou o governador.
A barragem será zoneada de enrocamento de vertedouro em soleira livre. Esse tipo de obra garante a segurança da barragem por um valor dentro do orçamento previsto, tendo em vista a facilidade de encontrar a matéria prima na região. Toda a obra será custeada com recursos advindos de convênio com o Governo Federal, ficando sob a responsabilidade do Governo do Estado as desapropriações e indenizações. No total, foram 37 desapropriações. “Uma obra que vai sair do papel, beneficiando cerca de 90 mil pessoas, tanto da cidade de São Bento quanto da região adjacente, contribuindo para o desenvolvimento das famílias da região, principalmente do polo avícola, que hoje significa um dos mais importantes da região e do Nordeste”, explanou o secretário executivo de Recursos Hídricos, Guilherme Rocha. 
 
Emocionada, a prefeita Débora Almeida salientou que o início das obras da barragem é um sonho antigo que começa a se tornar realidade. “O Governo não estão construindo uma barragem, está construindo um sonho. Um sonho de muitos anos. Um sonho de muitas pessoas. E quando a gente tem sonhos, a gente tem que acreditar muito e ter propósito, um propósito firme, de perseverança, de persistência. E a concretização do sonho dessa barragem é isso, uma história de fé, de perseverança e de propósito, que vai melhorar muito o abastecimento de São Bento do Una e vizinhança”, reforçou.
 
REFORÇO AGRÍCOLA – Assim como em Caetés, a comunidade agrícola de São Bento do Una também recebeu kits de caráter produtivo. Desta vez, 275 kits foram entregues a agricultores da Zona Rural local. Cada kit de produção de forragem animal contém, a escolher: Kit Roçadeira (uma roçadeira semi-florestal com 3 itens acessórios, de corte de arbustos, capineira e roço; uma bota e um óculos de proteção) ou Kit Forrageira (uma forrageira com cabo de extensão elétrico de 10 metros). 
 
Outra importante ação para o setor foi a inauguração oficial de 134 cisternas de placa de 16 mil litros (primeira água). As cisternas servem para captar e armazenar água da chuva para o consumo humano, e já estão beneficiando 134 famílias da Zona Rural de São Bento do Una. O objetivo da ação é garantir que famílias de baixa renda instaladas na Zona Rural tenham acesso à água em quantidade e qualidade para o consumo doméstico. Nesta ação, foram investidos R$ 388 mil. “Será um total de 275 kits, que serão entregues aos agricultores e agricultoras de São Bento para contribuir com a produção. Esses kits são acompanhados de uma cisterna de segunda água, que é aquela cisterna voltada para a produção. E isso faz uma diferença grande. Recentemente, entregamos 80 veículos para a agricultura familiar no Estado, por determinação do governador Paulo Câmara, que é um governador que nos apoia no dia a dia, mas também é um governador que cobra resultados”, pontuou o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista. 
 
Participaram da agenda também o deputado estadual Claudiano Martins; o secretário estadual Alexandre Valença (Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação); o secretário executivo de Agricultura Familiar, José Claudio; o  presidente da Compesa, Roberto Tavares; o diretor da Compesa, José Aldo Santos; o presidente da ADAGRO, Paulo Roberto; o defensor público do Estado, Manoel Jeronimo; o presidente da AD Diper, Jenner Guimarães; além dos prefeitos Sandro Arandas (Ibirajuba), Marcelo Neves (Palmeirinha), Beta Cadengue (Brejão), Neide Reino (Capoeiras), Ednaldo Peixoto (Jucati), Tonho de Lula (Iati), Aglailson Junior (Vitória de Santo Antão).
 
ANGELIM – Após cumprir agenda em São Bento do Una, Paulo Câmara e a comitiva governamental seguiram para o município de Angelim, onde participou da comemoração dos 87 anos de emancipação política da cidade. Durante a visita, o governador participou da inauguração da nova sede da Secretaria Municipal de Educação e das obras de pavimentação das ruas da Beira Rio, que vão melhorar a mobilidade na zona urbana de Angelim. 
 
Fotos: Hélia Scheppa/SEI
Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: