Publicidade


O novo cão bombeiro: Titã, o herói de quatro patas

1 maio 2024|Postado em:Notícias

 

Filhote de Terrier Brasileiro está sendo treinado para atuar no Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco – Reprodução / Instagram

Treinamento, parceria e resgate de vidas

O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) está treinando um novo integrante: Titã, um filhote de Terrier Brasileiro. A raça, conhecida por cães cheios de energia e alertas, adapta-se bem a comandos.

Titã será treinado pelo Sargento Torricelli por um período médio de dois anos. Para o pet, o treinamento se parece muito com brincadeiras, mas, ao encontrar um brinquedo escondido, Titã estará se preparando para situações como buscas por pessoas desaparecidas.

Quando o cachorro bombeiro é designado, ele é de responsabilidade do seu treinador por 24 horas. Isso significa que o animal acompanha o seu parceiro em todas as situações: da casa ao trabalho.

O tempo que passam juntos faz com que o binômio (dupla formada entre bombeiro e cão) estabeleça ligações fortes, que vão auxiliar na hora do comportamento do cão em ocorrências de resgate e salvamento.

Para chegar ao ponto de formar um binômio, o bombeiro precisa participar de uma formação que vai prepará-lo para lidar com o cão que irá treinar.

No caso de filhotes, eles passam a acompanhar seus condutores para casa quando param de mamar.

Terrier Brasileiro é uma das seis raças brasileiras reconhecidas pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). Sua origem data do início do século 20, sem data específica, pois sua concepção se deu de forma não controlada. De porte médio, o pet tem temperamento festivo e inteligência notável.

Confira o vídeo:

 

Fonte: Folha de Pernambuco

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: