Publicidade


Novo Bolsa Família vai atender 22 milhões até 2022, diz Governo

22 jul 2021|Postado em:Notícias

 

crédito: Reprodução da internet./D.A Press

De acordo com o Presidente Jair Bolsonaro, cerca de 22 milhões de pessoas serão atendidas pelo novo Bolsa Família

O Presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que o novo Bolsa Família vai atender cerca de 22 milhões de pessoas até o final do ano de 2022. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 14 milhões de brasileiros são oficialmente beneficiários do programa social em questão.

Caso a projeção de Bolsonaro se concretize, nós estaríamos falando portanto de um aumento de mais de 7 milhões de pessoas em relação ao que se vê atualmente. É portanto uma boa notícia para os brasileiros que estão esperando por uma oportunidade para entrar no projeto social em questão.

Essa é mais uma projeção de Bolsonaro que não encontra respaldo dentro do Ministério da Economia. Membros da pasta acreditam que esse aumento no número de beneficiários seria prejudicial para o teto de gastos públicos. De acordo com informações de bastidores, eles preferem um aumento de, no máximo, 2 milhões de usuários.

“O Bolsa Família tem várias coisas que interferem no valor. Queremos que menos coisas interfiram e tenhamos no final da linha um valor maior. Essa que é a ideia. Vai passar da média de R$ 192 para a média de R$ 300, e é muito bem-vindo, no meu entender”, disse o Presidente em entrevista para uma rádio.


Publicidade



Este é outro ponto de discordância entre o chefe do executivo e o Ministério da Economia. É que membros da pasta acreditam que R$ 300 seria um valor muito alto. Eles estão querendo pagar, no máximo, uma média de R$270. É que há uma preocupação com a questão do teto de gastos públicos neste momento.

Novo Bolsa Família

O Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre esses pontos. O que se sabe mesmo até aqui é que o novo Bolsa Família deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro. E o próprio Bolsonaro confirmou essa informação.

O Presidente voltou a dizer que a ideia é mesmo realizar os pagamentos do Auxílio Emergencial atual até o próximo mês de outubro. Logo depois, o Governo entraria com os repasses do novo Bolsa Família.

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia é fazer com que os vulneráveis que estão no Auxílio entrem no Bolsa Família reformulado. O problema é que não tem lugar para todo mundo no projeto novo.

Auxílio Emergencial

Nesta semana, aliás, o Governo está seguindo com os pagamentos da quarta parcela do Auxílio Emergencial. Inicialmente o plano era que esse ciclo de repasses seria o último, mas a pandemia do novo coronavírus não colaborou com o plano.

O Ministro da Economia chegou a dizer, aliás, que o projeto pode acabar tendo que passar por uma segunda prorrogação. Isso só vai acontecer, no entanto, se justamente a pandemia não apresentar sinais de evolução positiva nos próximos meses.

De acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 37 milhões de brasileiros estão recebendo as parcelas do benefício neste momento. Cerca de 10 milhões deles, são usuários do Bolsa Família também do Governo Federal.

 

Fonte: Notícia Concursos

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: