Publicidade
dez 9

9 dezembro 2022

Avicultores de Pernambuco se mobilizam na prevenção à Gripe Aviária

Imagem: Divulgação

Doença nunca foi registrada no Brasil

Devido a notificação de casos de Influenza Aviária na Colômbia, Equador, Peru e Venezuela, a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) e a Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA-PE/MAPA) reuniram representantes da avicultura do estado, por meio da Associação Avícola de Pernambuco (Avipe), para mobilizar o setor produtivo em ações de combate e prevenção à doença causada pelo vírus H5N altamente contagioso e patogênico.

De acordo com o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima, a Agência está mobilizando os avicultores nas ações do plano de contingência e iniciará a testagem por amostragem em 79 granjas avícolas e nas rotas de aves migratórias na Ilha de Itamaracá e no Arquipélago de Fernando de Noronha.

A doença nunca foi registrada no Brasil, porém, as aves migratórias que transitam no país são vetores e representam alerta para os estados com forte vocação para a avicultura, como Pernambuco que é o maior produtor de ovos e frangos no Nordeste.

A Influenza Aviária é uma doença contagiosa que afeta diversas espécies de aves silvestres e domésticas e pode ser transmitida pelo ar, água, alimentos, materiais e pessoas contaminadas ou através do contato com aves doentes, que apresentem sinais respiratórios, nervosos, digestivos ou ainda mortalidade em pouco tempo. Esses quadros devem ser notificados de imediato ao Serviço Veterinário Oficial (SVO).

Fonte: Rádio Cultura do Nordeste

Compartilhe:

Postado em Notícias | Por

dez 8

8 dezembro 2022

Arquidiocese realiza Natal Solidário para moradores do Jardim Monte Verde, vítimas dos deslizamentos de terra e alagamentos ocorridos em maio e junho

 

Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (08), as mais de cem famílias moradoras do bairro do Ibura, que sofreram com desabamentos e alagamentos provocados pelas chuvas fortes de maio e junho, receberão da Arquidiocese de Olinda e Recife, eletrodomésticos como fogões, geladeira e liquidificadores. As famílias foram cadastradas e são acompanhadas pela Paróquia Nossa Senhora de Fátima, cujo pároco é o padre Marcelo Júnior, também vigário episcopal do Vicariato Ibura.

Ultimamente, a Paróquia presta assistência para cerca de 200 famílias com cestas básicas. Parte dos grupos sofreu a tragédia do Jardim Monte Verde, perdendo o pouco que tinha. Com o dinheiro arrecadado durante a campanha SOS Recife e Região Metropolitana, promovida pela Arquidiocese de Olinda e Recife para ajudar os atingidos, as famílias irão ganhar eletrodomésticos e outros itens.

Foi uma campanha séria, que revelou o lado caridoso e disponível das pessoas em meio a tantas coisas ruins que estavam acontecendo naquela época”, disse o arcebispo, dom Fernando Saburido. “Fiquei encantado com a resposta da população à Campanha, que contou com o reforço da doação da Cáritas e até do Papa, naquele momento, e que vai nos permitir contemplar 120 famílias com objetos maiores e mais caros, agora em dezembro”.

Os eletrodomésticos serão entregues como parte da programação do Natal Solidário da Paróquia que, a partir das 19h30, vai receber as famílias para assistirem a uma encenação sobre o nascimento de Jesus e a uma cantata natalina. Para as crianças, foi reservado um espaço de brincadeiras supervisionadas.

O Natal solidário da Paróquia Nossa Senhora de Fátima vai oferecer ainda um jantar caprichado às famílias, além de cestas básicas e natalinas. “Na época, outros desabamentos em torno do Ibura não ganharam notoriedade da Imprensa na ocasião, mas a Paróquia constatou que, nestes lugares, as perdas também foram grandes e sempre buscou ajudar os mais necessitados”, disse o pároco, que prestou assistência material e espiritual às famílias. “O Natal vem como sinal de esperança no Salvador: esperar em Deus, sempre, para que vivamos o Reino de amor e justiça entre nós”, completou o padre Marcelo.

 

Fonte: Diario de Pernambuco

Compartilhe:

Postado em RECIFE | Por

dez 8

8 dezembro 2022

Adagro e SFA mobilizam avicultores de PE na prevenção à Influenza Aviária

Foto: Ascom

Em virtude da notificação de casos de Influenza Aviária na Colômbia, Equador, Peru e Venezuela, a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) e a Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA-PE/MAPA) reuniram representantes da avicultura, por meio da Associação Avícola de Pernambuco (Avipe), para mobilizar o setor produtivo em ações de combate e prevenção à doença causada pelo vírus H5N altamente contagioso e patogênico.

“Em Pernambuco intensificamos a vigilância ativa, estamos mobilizando os avicultores nas ações do plano de contingência e iniciaremos a testagem por amostragem em 79 granjas avícolas e nas rotas de aves migratórias na Ilha de Itamaracá e no Arquipélago de Fernando de Noronha. A atuação deve ser conjunta diante de uma possível crise sanitária”, explica o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.

A doença nunca foi registrada no Brasil, mas as aves migratórias que transitam no país são vetores e representam alerta para os estados com forte vocação para a avicultura, como Pernambuco que é o maior produtor de ovos e frangos no Nordeste. Em relação ao País, o Estado é quarto maior produtor de ovos e o oitavo maior produtor de frangos. São 12 milhões de ovos por dia e 14 milhões de frangos por mês. A produção acontece em mais de 60 municípios do Estado, gerando 160 mil empregos.

A Influenza Aviária é uma doença contagiosa causada que afeta diversas espécies de aves silvestres e domésticas e pode ser transmitida pelo ar, água, alimentos, materiais e pessoas contaminadas ou através do contato com aves doentes, que apresentem sinais respiratórios, nervosos, digestivos ou ainda mortalidade em pouco tempo. Esses quadros devem ser notificados de imediato ao Serviço Veterinário Oficial (SVO). “Em Pernambuco a notificação deve ser realizada na Adagro mais próxima da propriedade“, esclarece Paulo Lima.

Principais medidas de prevenção:

  • Evite o trânsito de outras pessoas e animais, bem como o contato de galinhas com patos, marrecos, gansos, perus e pássaros silvestres;
  • Sempre lave as mãos antes e depois de entrar em contato com aves;
  • Limpe e desinfete calçados, roupas, mãos, gaiolas, caixas, debicadores e bandejas de ovos. Não compartilhe ferramentas, equipamentos e implementos usados nos aviários com vizinhos ou proprietários de aves;
  • Se visitou criadouros de aves, troque de roupa, limpe e desinfete, calçados e os pneus de seu veículo antes de regressar à sua propriedade;
  • Mantenha as aves recém-chegadas ou de situação sanitária desconhecida separadas das de sua propriedade;
  • Crie suas aves em instalações fechadas, com cobertura e telas não superior a 2,54 cm de malha.

 

Ascom Adagro

Compartilhe:

Postado em Notícias | Por

dez 8

8 dezembro 2022

Fisioterapeuta alerta para o perigo da Lombalgia

 

Fisioterapeuta, Paulo Koury-Divulgação

Cerca de 65 a 90% dos adultos sofrerão um episódio de lombalgia aguda ao longo da vida, com pico de incidência ocorrendo entre os 35-55 anos de idade

Considerada uma das maiores queixas em consultórios de fisioterapia, a dor nas costas na região da lombar, área mais baixa da coluna perto da bacia, está chamando a atenção de muitos especialistas. Quem nunca teve a dor, conhece alguém que já ficou impossibilitado de realizar suas atividades diárias por causa da dificuldade de locomoção. A lombalgia também conhecida como “lumbago”, “dor nas costas“, “dor nos rins” ou “dor nos quartos”.

De acordo com o fisioterapeuta, Paulo Koury, a dor pode se estender para a região das nádegas, face posterior das coxas mas não muito além do joelho, sem comprometer um trajeto de nervo específico. Um por cento dos pacientes com lombalgia aguda tem ciática, que é definida como dor irradiada para o território de uma raiz nervosa lombar, frequentemente acompanhada de sintomas como dificuldade para andar e formigamento.

“A dor lombar tem causa multifatorial e é um problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Cerca de 65 a 90% dos adultos sofrerão um episódio de lombalgia aguda ao longo da vida, com pico de incidência ocorrendo entre os 35-55 anos de idade”, esclarece, acrescentando que existem diversas ferramentas na fisioterapia disponíveis, mas o tratamento sempre será embasado na educação e na orientação do paciente.

Entre as ferramentas, as terapias manuais e exposição gradual a atividades através de exercícios ativos são bem aconselháveis. Mas, a tão almejada cura depende de alguns fatores e avaliação específica. Ainda hoje, a prevenção da lombalgia é o melhor meio de evitar uma crise na região da lombar.

Orientações de como sentar de forma adequada, realizar atividades físicas com acompanhamento, realizar consultas de manutenção da coluna com frequência, são meios para evitar uma lesão mais séria na região da lombar. “Procurar um bom profissional de fisioterapia é o primeiro passo para um diagnóstico correto e início de tratamento direcionado para cada caso”, finaliza.

 

SERVIÇO:

Clinica Ortho Fisioterapia
Zona Norte do Recife – Rua Dr. Virgilio Mota, 48, Parnamirim
Contato: (81) 32665789

Clinica IFD
Zona Sul do Recife – Av. Conselheiro Aguiar, 2333, Boa Viagem, sala 404
Empresarial João Roma
Contato: (81) 981444555 Marcação pelo Whatsapp

 

Assessoria de Imprensa-Patrícia França

Compartilhe:

Postado em Artigo | Por

dez 8

8 dezembro 2022

Em Caruaru, prefeitos se reúnem com a governadora eleita

Foto: Ascom Amupe

Prefeitos e prefeitas de Pernambuco estiveram, nesta quarta-feira (07/12), reunidos com a governadora eleita, Raquel Lyra, e com a vice-governadora eleita, Priscila Krause, para discutir os rumos do Estado no próximo ano. O presidente da Amupe, José Patriota, participou do encontro.

Em seu discurso, Raquel Lyra afirmou que, com o apoio dos gestores municipais, fará mais com menos e em menos tempo. A governadora eleita também frisou que trabalhará em favor aos mais necessitados e que entregará um calendário de trabalho aos gestores municipais.

O presidente da Amupe, José Patriota classificou o encontro como positivo, ao afirmar que “os prefeitos e prefeitas estarão juntos à governadora para alinhar as principais pautas de desenvolvimento para os municípios, a fim de levar qualidade de vida à população pernambucana”, frisou.

Ascom Amupe
Compartilhe:

Postado em Notícias, Política | Por