Publicidade


PCR promove formação sobre o mundo do trabalho para 60 jovens em situação de vulnerabilidade

2 out 2017|Postado em:Notícias


Publicidade

O curso gratuito para jovens usuários da política de assistência social é fruto de uma parceria entre o Acessuas Trabalho Recife e a Espro

Sessenta jovens recifenses em situação de vulnerabilidade social iniciaram, nesta segunda-feira (02), o curso de Formação para o Mundo do Trabalho (FMT), oferecido pelo Programa Acessuas Trabalho Recife, da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos da Prefeitura do Recife, em parceria com a empresa Ensino Social Profissionalizante (Espro). As aulas acontecem na sede da Espro, no bairro de Santo Antônio, e têm o objetivo de ampliar as oportunidades de emprego e renda dos usuários da política de assistência social.

Divididos em duas turmas de 30 alunos, uma pela manhã e outra à tarde, os jovens de 18 a 22 anos terão acesso a diversas informações importantes para quem pretende conquistar uma vaga no mercado de trabalho, como dicas sobre como elaborar um currículo, como se portar numa entrevista de emprego e noções básicas de informática e administração de empresas. Além das 100 horas/aula da formação (25 dias de aulas), os inscritos têm direito a mochila, camisa, material didático, transporte gratuito e lanche diário.

Durante a aula inicial desta segunda-feira, os estudantes receberam as boas-vindas dos profissionais envolvidos. A coordenadora municipal do Acessuas Trabalho Recife, Catarina Márcia, lembrou que esta é a terceira formação para o mundo do trabalho realizada através da parceria da PCR com a Espro, beneficiando um total de 120 jovens, que passaram por três etapas antes de chegarem à sala de aula. “Eles se inscreveram em um dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) da PCR, passaram por entrevista individual e, por fim, participaram de uma dinâmica de grupo e análise de perfil”, explicou Catarina, lembrando que a iniciativa integra o Programa de Proteção Social Básica do Ministério do Desenvolvimento Social.

Professor formador da Espro, Rafael César vai conviver com os 60 matriculados durante os próximos 25 dias. “Esses jovens vão aprender noções de administração, de marketing pessoal, conhecimentos de informática, entre outros temas. Eu gosto muito de atuar em cursos como esse. Acompanhar a evolução de cada jovem é muito gratificante”, disse o formador.

Morador de Jardim São Paulo, Marcos Eduardo Cunha, de 19 anos, contou que já fez estágio como secundarista, mas considera a formação iniciada hoje mais importante. “É uma abordagem mais específica, mas direcionada para o mercado de trabalho. Estou otimista”, revelou.

Também com 19 anos, a moradora da Campina do Barreto Nathaly Barreto estava animada com a formação. “Acho que vamos aprender muitas coisas aqui que servirão para nosso futuro”, disse, cotando que pretende seguir carreira na área de gastronomia.

Fotos: Luciano Ferreira/PCR

Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos
Secretaria Executiva de Direitos dos Animais
Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: