Publicidade


Pernambuco celebra o primeiro Dia Estadual do Teatro

17 maio 2022|Postado em:Notícias


Publicidade



 

Pernambuco celebra o primeiro Dia Estadual do Teatro

Foto: Divulgação

Na próxima quarta-feira, 18 de maio, Pernambuco irá celebrar o primeiro Dia Estadual do Teatro. A data, instituída pela 17.782 de autoria do ex-deputado estadual professor Paulo Dutra foi inserida no Calendário Oficial de Eventos e Datas Comemorativas do Estado de Pernambuco.

O Dia Estadual do Teatro pretende fortalecer e incentivar a classe artística pernambucana. “Vivemos em uma época de desmonte das políticas públicas culturais no Brasil. Precisamos nos unir, ser resistência, fortalecer e incentivar a classe cultural em nosso estado e país”, afirma o professor Paulo Dutra.

O presidente da Federação de Teatro de Pernambuco, Oder Félix, recebeu a notícia com bastante comemoração. “Precisamos convergir esforços para superar o abandono a nível federal que toda a classe artística sofre nos dias atuais. Sem dúvidas essa lei fortalece bastante o movimento de teatro no estado”, afirma Oder.

A data da celebração remete à fundação do Teatro Santa Isabel que completa, nesta quarta-feira, 172 anos de história. Construído no período pós-colonial, o Santa Isabel é um símbolo de resistência em Pernambuco. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o teatro foi palco de várias expressões culturais, nacionais e internacionais, peças, concertos e até mesmo manifestações políticas.

 “A data pretende dar ainda mais visibilidade ao trabalho de todos os profissionais de teatro, reverenciar e celebrar as produções culturais, mas pretende ser, sobretudo, um dia de luta pela valorização de nossos artistas” afirma o professor Paulo Dutra.

Cultura na Alepe

Conhecido como deputado da educação, o professor Paulo Dutra converge esforços para fortalecer as pautas culturais na Assembleia Legislativa de Pernambuco. É autor de proposições legislativas que declara Clarice Lispector como Patrona da Literatura Pernambucana, que criou o Dia Estadual das Bandas e Fanfarras. Através de resoluções legislativas, concedeu a Mestre Gennaro Sanfoneiro o Título Honorífico de Cidadão Pernambucano e indicou os Bonecos Gigantes Zé Pereira e Vitalina, de Belém de São Francisco para obtenção do registro de Patrimônio Imaterial de Pernambuco. “É preciso que o segmento da cultura seja fortalecido em todas as suas frentes de atuação, que vai desde o financiamento público cultural até ao incentivo para formação de consumidores de cultura, fortalecendo toda a cadeia desse segmento tão importante.

 

 

Fonte: Diario de Pernambuco

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: