Publicidade


Prefeitura do Recife investe em inovação e tecnologia para o plantio de árvores

19 abr 2022|Postado em:RECIFE


Publicidade



 

Prefeitura do Recife investe em inovação e tecnologia para o plantio de árvores

Foto: Daniel Tavares/PCR

Método estimula crescimento e concentração das raízes, diminuindo perdas no processo de arborização urbana e garantindo maior sobrevivência das plantas

 

 

Em busca da ampliação do padrão estrutural e ecológico da arborização urbana da cidade, a Prefeitura do Recife, através da  Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, adotou um novo método de plantio na capital pernambucana.  O  projeto piloto conta com 50 árvores adultas produzidas com uma tecnologia inovadora chamada de RootMaker. A técnica estimula o crescimento e a concentração das raízes, deixando as plantas mais eficientes na absorção de água e nutrientes.

 O método garante maior velocidade de crescimento, maior vigor e uma capacidade no plantio definitivo, diminuindo assim, as perdas no processo de arborização urbana e garantindo uma maior sobrevivência das plantas.  Além disso, outra nova tecnologia também será usada nas ações de plantio: o hidrogel.  A iniciativa, atua como  polímero hidroretentor,  gasta menos água, além de contribuir para reter os nutrientes por mais tempo, diminuindo os custos com mão-de-obra e irrigação do plantio. A ação teve início em alguns pontos da cidade e será concluída nesta quarta-feira (20) no Parque do Caiara com o plantio de 10 árvores. 

Nesta primeira etapa do projeto, seis espécies de árvores foram escolhidas, entre elas: Jequitibá-rosa (22); Ipê-roxo-sete-folhas (14);  Ingá-do-brejo (2); Canafístula (3); Ipê-El-Salvador/ Ipê-balsamo (2) e Ipê-branco (7).  As espécies escolhidas se adaptam bem às condições do meio urbano.  As árvores estão sendo plantadas em pontos distribuídos pela cidade em áreas de parque, praças e recuos viários que tenham passado por processo de revitalização e necessitem de enriquecimento paisagístico. O plantio já aconteceu na Praça Comunidade do Pilar; no Mercado da Encruzilhada; na Praça do Chié e no Parque da Macaxeira e em alguns recuos viários nos bairros da Madalena, Derby e Santana. 

“Nosso objetivo é ampliar a quantidade de verde na cidade. As árvores no ambiente urbano oferecem mais qualidade de vida à população, pois reduzem as ilhas de calor, atenuam a poluição atmosférica e sonora e oferecem mais conforto para os pedestres. Com essa nova tecnologia os resultados serão mais rápidos, pois os vasos do sistema RootMaker possibilitam a criação de um sistema radicular fibroso, que não enovela e incrementa o desenvolvimento horizontal e vertical das raízes, por meio da poda aérea das mesmas. Com um sistema radicular bem estabelecido tem-se plantas mais eficientes na absorção de águas e nutrientes, e as perdas  serão menores no processo de arborização”, relata o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Ribeiro.

  

O chefe do Setor de Arborização e Compensações da SMAS, José Edson de Lima Torres, explica que o hidrogel adicionado as mudas funciona como uma reserva de água e nutrientes em períodos de estiagem, reduzindo a evaporação da água do solo e diminuindo a frequência de irrigação. “Essa iniciativa vai contribuir para o crescimento das plantas, pois a água e os nutrientes permanecem por mais tempo no solo, proporcionando altos níveis de produtividade e manutenção da riqueza das raízes, mesmo com a redução das chuvas”, diz.

O desenvolvimento dos polímeros à base de hidrogéis, além de auxiliar de forma sustentável a disponibilidade de água para a planta, colabora também no seu crescimento, dissolvendo mais rápido nutrientes essenciais para drenagem do solo e desenvolvimento da planta.

 

ASCOM

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: