Publicidade


Prefeito do Recife diz que exigir prescrição médica para vacinar crianças contra Covid é ‘criar burocracias desnecessárias’

25 dez 2021|Postado em:RECIFE

Recife não vai exigir prescrição médica para vacinar crianças entre 5 e 11 anos contra Covid-19, ao contrário do que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que vai recomendar. A informação foi divulgada pelo prefeito João Campos (PSB) nesta sexta-feira (24).

O gestor seguiu a mesma posição defendida pelo governador Paulo Câmara (PSB), que também garantiu que o estado não vai cobrar o documento para imunizar os pequenos.

No dia 16 de dezembro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina da Pfizer contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos. A Anvisa é o órgão responsável pela palavra final em relação à liberação de vacinas.

“Uma vacina aprovada pela Anvisa é uma vacina segura. Não exigiremos prescrição médica para crianças no Recife. Nosso objetivo é ampliar o acesso e salvar mais vidas, e não criar burocracias desnecessárias. Começamos a preparar um centro específico e vamos proteger nossas crianças”, declarou o prefeito nas redes sociais.

O ministro da Saúde quer que essa faixa etária seja imunizada mediante prescrição médica e termo de consentimento. A medida é criticada por técnicos. Além de não adotar medidas para iniciar a aplicação da vacina em crianças, o governo federal anunciou a realização de uma consulta pública para ouvir a sociedade a respeito da imunização desse público.

Nesta sexta-feira (24), o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Eduardo de Oliveira Lula, divulgou uma carta em que afirma que os estados não vão exigir pedido médico.

Fonte: g1 PE

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: