Publicidade


Recife é a primeira cidade do Norte Nordeste a integrar a Rede de Aprendizagem da Unesco

16 fev 2024|Postado em:RECIFE

 

Foto: Rodolfo Loepert/Prefeitura do Recife

Criação da rede foi aprovada em 2013, na Declaração de Pequim com foco na inclusão, prosperidade e sustentabilidade

Em missão internacional pelos Estados Unidos para receber um prêmio de excelência pelo Compaz, o prefeito do Recife, João Campos, também garante outra boa notícia para a capital pernambucana. É que o Recife agora passa a integrar um seleto grupo da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura): a Rede Global de Aprendizagem, que foi criada na declaração de Pequim de 2013, tendo por foco a inclusão, a prosperidade e a sustentabilidade de cidades.

“Acredito que a educação desempenha um papel fundamental na vida de todos.  Uma saída para as desigualdades, uma saída para as oportunidades.  A educação alimenta o impulso em direção a um estado de bem-estar social”, disse o prefeito, considerando a possibilidade de centralizar as ações da Rede de Aprendizagem da Unesco tendo a educação como prioridade.

A gestão atual recifense tem a educação como motor fundamental para uma cidade sustentável, pacífica, socialmente desenvolvida e economicamente progressista. No médio prazo, o plano visa promover a igualdade de oportunidades, ampliar o acesso e melhorar a qualidade da educação. Inclusive, o próprio plano estratégico de longo prazo do município, Recife 500 Anos, descreve o compromisso com a aprendizagem em todos os níveis.

A ambição do Recife é tornar-se uma das cidades mais inteligentes da América Latina, usando educação, tecnologia e inovação para reduzir as desigualdades sociais e capacitar os indivíduos através de ocupações significativas.

A Rede Global da Unesco de Cidades do Aprendizado, anunciou o ingresso de novos 64 membros de 35 países e, com isso, o Recife entrou na seleta lista. Trata-se de um reconhecimento aos esforços extraordinários para tornar a aprendizagem ao longo da vida uma realidade para todos no nível local.

As novas cidades foram anunciadas nesta quarta-feira (14/02), durante o evento virtual de alto nível “Empoderando Aprendizes de Todas as Idades: As Cidades do Aprendizado da UNESCO Transformam Vidas”.

A Rede Global da Unesco de Cidades do Aprendizado é uma rede internacional composta por cidades que promovem a aprendizagem com sucesso ao longo da vida em suas comunidades. As novas cidades do aprendizado foram adicionadas à rede com base na recomendação de um júri de especialistas.

Um compromisso sólido com a aprendizagem ao longo da vida por parte do prefeito e da administração da cidade, bem como um histórico de boas práticas e iniciativas políticas são pré-requisitos essenciais para se tornar uma cidade do aprendizado.

As cidades são fundamentais para transformar o direito à educação em uma realidade tangível para indivíduos de todas as idades. Com as novas admissões, a rede agora inclui 356 cidades membros de todo o mundo que compartilham know-how e abrem caminho para oportunidades de aprendizado ao longo da vida para 390 milhões de cidadãos.

Para além disso, os novos membros da Rede Global da Unesco de Cidades do Aprendizado co-liderarão a campanha #ImALifelongLearner em suas cidades. A campanha mobiliza aprendizes de todo o mundo para mostrar sua paixão pelo aprendizado ao longo da vida. Ela destaca que o #RightToEducation deve se aplicar a todas as idades.

Sobre a UNESCO

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura contribui para a paz e a segurança liderando a cooperação multilateral em educação, ciências, cultura, comunicação e informação. Com 194 Estados Membros, a UNESCO emprega mais de 2.000 pessoas para coordenar uma rede de mais de 2.000 sítios culturais e naturais protegidos.

 

Assessoria de Imprensa PCR

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: