Publicidade


Saiba como identificar um câncer de mama oculto 

13 abr 2022|Postado em:Artigo


Publicidade



 

Saiba como identificar um câncer de mama oculto 

Marcia Pedrosa-Divulgação

O câncer de mama é um problema que acomete várias mulheres todos os anos. Mas, uma condição pouco comum que talvez boa parte delas desconheça, mas que também merece atenção é o carcinoma oculto de mama. Sua principal característica é a presença de tumor nos linfonodos presentes nas axilas. Estima-se que o câncer oculto de mama represente 0,3 a 1% de todos os cânceres de mama.

De acordo com a mastologista, Dra Marcia Pedrosa, normalmente, a paciente busca atendimento por detectar aumento dos linfonodos axilares, ou uma massa ou caroço na axila. Mesmo sendo um carcinoma invasivo e pouco aparente em seu estágio inicial, ele tem cura. Principalmente quando o tratamento é feito de forma precoce e correta.

Mas, vale ressaltar que nem sempre quando os linfonodos estão aumentados, significa que a paciente tenha câncer. Na maioria das vezes esse aumento se deve em razão de inflamações ou infecções.  “O diagnóstico de carcinoma oculto de mama é confirmado após a biópsia guiada por ultrassonografia do linfonodo ou massa de linfonodos, com resultado anátomo-patológico positivo para metástase de carcinoma mamário”, explica.

O tratamento cirúrgico da doença é feito com a linfadenectomia axilar ou seja retirada dos linfonodos axilares. Além disso, deve ser realizada a radioterapia da mama do mesmo lado e o tratamento sistêmico segue o protocolo de tratamento quimioterápico de carcinoma de mama.

Serviço:

Oncologia D’Or
Hospital memorial São José
Rua Das fronteiras, 175.
Tel 3003-6424

Clínica Pedrosa
Rua República do Líbano, torre 3 sala 1802.
Tel 30405999

Instagram: @dramarciapedrosa

 

Colaboração-Patrícia França

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: