Publicidade


Teatro Santa Isabel será palco da música clássica antiga e pernambucana

18 abr 2017|Postado em:Notícias

Música clássica antiga e pernambucana no Santa Isabel

Que a música clássica produzida em Pernambuco é item cultural raro, todos sabem. A música clássica pernambucana do período Barroco tardio (séc. XVIII), mais ainda. Porém ela existe, foi bastante pesquisada, e é hoje foco de um belo projeto incentivado pelo Funcultura e realizado pela Gárgula Produções, com regência do maestro Sérgio Dias: a gravação de um CD com todas as composições do mais antigo compositor pernambucano de obra identificada, Luiz Álvares Pinto (1719-1789), que será lançado no próximo dia 25 de abril no Teatro de Santa Isabel.

Apesar de apreciado nacionalmente e internacionalmente, e mesmo com toda a sua importância histórica, artística e patrimonialista, poucos registros foram feitos até o presente. Assim, agora, pela primeira vez um grupo pernambucando especializado em música barroca vem registrar o que foi composto por este recifense que foi descoberto em 1960 pelo padre Jaime Cavalcanti Diniz (1924-1989), um pesquisador que ao longo de toda a sua vida se dedicou a estudar o passado musical do Nordeste brasileiro e, em especial, a obra deste músico.

O tributo a Luiz Álvares Pinto começará com um concerto didático às 15h no Teatro de Santa Isabel. Nele, serão apresentados a alunos de escolas públicas do Recife os instrumentos utilizados na época, a sonoridade que eles emitem, uma breve contextualização histórica do período em que as peças de Luiz Álvares Pinto foram compostas e uma demonstração de como algumas delas soam. À noite, a partir das 19h, sobem ao palco o Gárgula Ensemble Vocal e o Sonoro Ofício, dois grupos de música pernambucanos especializados em música barroca, regidos pelo maestro carioca radicado no Recife, Sérgio Dias, diretor musical e idealizador do projeto.

“Com a gravação e distribuição deste CD, com encarte, programa e textos explicativos de caráter didático e a realização de um evento de lançamento, não apenas músicos terão acesso direto ao registro, mas estará garantida a acessibilidade a estudantes e professores dos ensinos fundamental e médio das escolas públicas a este produto cultural tão importante para a nossa História como um todo”, diz Jéssica Soares, produtora executiva da proposta. “Ele trará um registro histórico não só para Pernambuco e para o Brasil, é um registro para a história da música no mundo”.

Programa

I-             Lições de Solfejo – Ladson Matos, cravo

                            Lição I | Lição X | Lição XV | Lição XXI | Lição XXV

II-            Cinco Divertimentos Harmônicos

III-           Gradual Christus factus est


Publicidade



IV-          Salve Regina a 4 com violinos, viola e continuo

V-           Te Deum Laudamus

Ficha técnica

 

Nome do Projeto

CD Luiz Álvares Pinto

Incentivo

FUNCULTURA – FUNDARPE – SECRETARIA DE CULTURA -GOVERNO DE PERNAMBUCO

Apoio

CAC – Centro de Artes e Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco

Fábrica Estúdios

Prefeitura do Recife

Teatro de Santa Isabel

Direção Musical e Idealização do Projeto

Sérgio Dias

Realização

Gárgula Produções

Coordenação Geral e Produção Executiva

Jéssica Soares

Direção Artística Show de Lançamento

Rose Mary Martins

Administração Financeira

Silvia Melo e Eduardo Mousinho

Assistente de Produção

Drico Motta

Eduardo Mousinho

Assessoria de Imprensa

Mila Ludmila Portela

Fotografia

Drico Mota

Wagner Melo

Projeto Gráfico

Rômulo Bravi

Traduções Letras no Encarte | CD

Sérgio Dias

Vinícius Mariano de Carvalho

Serviço:

Dia: 25 de abril de 2017

Hora: 19h

Local: Teatro de Santa Isabel

Entrada: Gratuita (retirada do ingresso no mesmo dia)

Informações: fone do teatro: 81 3355-3323 fone produção: 81 98763-5556 (zap)

Créditos das fotos: Wagner Melo

Ludmila Portela – Assessora de Imprensa

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: