Publicidade


Vereador Alan Xavier aborda os gastos do Carnaval de Tabira

23 mar 2017|Postado em:Sertão

Vereador Alan Xavier aponta novas distorções nos gastos do Carnaval de Tabira – Depois de Dinca agora foi o vereador do PR Alan Xavier que lançou o seu blog. Falando a Rádio Cidade FM, o médico disse que Blogs antes independentes em Tabira, hoje estão a serviço do governo municipal e isso  motivou a enveredar pelo mundo da Blogosfera para conseguir divulgar o seu trabalho. Falando sobre os gastos da Prefeitura com o Carnaval, Dr. Alan citou a Lei Estadual 15.818/16 que torna obrigatória a implantação de uma placa com dados sobre o evento. “O Secretário Tadeu Sampaio prometeu que de agora em diante esta falha do carnaval não será mais repetida”.

Além do que considera um absurdo R$ 20 mil a mais a Banda Saia Rodada em r elação ao que foi pago em Triunfo, o vereador citou os valores pagos a Banda Nagibe que para tocar no domingo de Carnaval em Afogados da Ingazeira recebeu R$ 18 mil reais. Em Tabira foram R$ 26 mil reais. Ele ainda citou como suspeita a despesa de R$ 7 mil reais com quase 4km do mesmo tecido(TNT) para decoração carnavalesca.

O Presidente do PR atacou o Odontologista Alan Dias, filho do Prefeito Sebastião Dias, citado pela Secretaria de Cultura Gracinha Paulino como responsável pela contratação de atrações do carnaval. “Tudo que é decidido neste governo a portas fechadas tem a participação do filho do prefeito”. E continuou: “Tem muita coisa muita errada neste governo e lhe adianto por que Geneika(esposa) deixou a Secretaria de Saúde durante o 1º mandato: Ela saiu porque não aceitou assinar coisas erradas, irresponsáveis”. O vereador com emorou a ampliação do número de viagens de duas para três do ônibus do TFD com a participação do MP.

O chamamento de concursados. E criticou a despesa de R$ 160 mil com a contratação de advogados quando nos quadros da Prefeitura tens bons profissionais. A explicação do governo é que a despesa significou apenas 20% de valor recuperado. Xavier cobrou de onde veio este dinheiro e onde foi ou será aplicado. A reclamação final do vereador se deu contra a empresa Eletro Laser, criada em 2005, vencedora de apenas 3 licitações, sendo uma em Salgueiro no valor de R$ 4.100,00 e duas em Tabira, sendo uma no valor de R$ 395 mil em 2015 e outra de R$ 411 mil reais em 2016.

 
Do Rádio Vivo com Anchieta Santos

Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*


%d blogueiros gostam disto: