Publicidade


Prefeitura do Recife promove curso sobre políticas públicas para as mulheres negras

19 jul 2017|Postado em:Notícias

As aulas, que continuam na manhã desta quarta, tem o objetivo de debater a importância das políticas públicas para as mulheres negras, refletindo sobre o impacto do racismo na efetivação dessas políticas

Dentro da programação do mês da Mulher Negra, Latinoamericana e Caribenha, comemorado em julho, a Prefeitura do Recife iniciou, nesta terça-feira (18), o curso “Mulheres negras e políticas públicas”, na Escola de Formação de Educadores Paulo Freire, na Madalena. Direcionado a servidoras municipais, as aulas, que continuam na manhã desta quarta (19), tem o objetivo de debater a importância das políticas públicas para as mulheres negras, refletindo sobre o impacto do racismo na efetivação dessas políticas. O curso é promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Política sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife e pela Secretaria Municipal de Saúde.

As discussões e debates são comandados por Rose Santos, coordenadora de Política de Saúde da População Negra, e Girlana Diniz, gerente de Igualdade Racial do Recife. “Esse curso é uma forma de desconstruir práticas racistas históricas e de promover um recorte racial no atendimento à população, preparando o servidor para tratar as mulheres negras de forma mais adequada e justa, pois elas são as nossas principais usuárias”, ressalta Girlana, que é representante da Secretaria Desenvolvimento Social, Juventude, Política sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife.

Já Rose Santos destacou algumas estratégias da Secretaria Municipal de Saúde para combater o racismo na rede pública. “Hoje, nos prontuários e formulários que as mulheres preenchem em todas as unidades de saúde, incentivamos a autodeclaração da cor negra. Além disso, estamos sempre promovendo cursos e capacitações com as temáticas do racismo institucional e do preconceito de gênero”, garantiu.

A agente comunitária Ângela Maria da Silva, que atua no bairro da Iputinga, acredita que cursos como este são fundamentais para preparar os profissionais da Prefeitura do Recife para o desafio de atender cada vez melhor a população, especialmente as pessoas vítimas de racismo. “Está sendo enriquecedor aprender a diferenciar o que é ou não prática racista. No dia a dia de nosso trabalho, muitas vezes não percebemos que estamos agindo de forma errada”.

PROGRAMAÇÃO – A programação do mês da Mulher Negra, Latinoamerciana e Caribenha teve início no Recife nos dias 07 e 11 de julho, com ações de incentivo à saúde das catadoras de recicláveis que trabalham na Cooperativa Ecovida Palha de Arroz, no bairro do Arruda. Já na próxima quinta (20), na Casa de Acolhida Temporária Recomeço, das 14h às 17h, será ministrado o curso “Mulheres negras e Direitos Humanos”. A programação será encerrada no dia 25, das 9h às 12h, no Centro de Atenção à Violência contra a Mulher Sony Santos. Na ocasião, será promovida uma roda de diálogo sobre a violência contra a mulher negra.

Fotos: Daniel Tavares/PCR
 
 

Sofia Costa Rêgo
Assessora de Imprensa
Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos
Secretaria Executiva de Direitos dos Animais
Compartilhe:

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*